10:32 22 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    0 26
    Nos siga no

    Os militares afirmam que o artefato não possui carga explosiva, pesa aproximadamente 40 quilos e "se soltou acidentalmente" da fuselagem de um caça-bombardeiro Mirage 2000 no dia 23 de setembro.

    A Força Aérea da França entrou em contato com os prefeitos de diversas cidades e delegacias policiais do país para pedir a colaboração para encontrar uma bomba perdida durante exercícios militares realizados próximo da comuna francesa de Captieux, informa o portal SudOuest.

    Manobras militares importantes começaram no dia 13 de setembro na região sudoeste do país, quando uma bomba inerte "se soltou acidentalmente da fuselagem" de um caça-bombardeiro Mirage 2000, que partiu da base aérea de Cazaux no dia 23.

    Os militares descrevem que se trata de uma bomba sem carga explosiva de aproximadamente 40 quilos em forma de "cilindro azul e que mede 1,90 metro de comprimento".

    Apesar de o artefato não correr o risco de explodir, as autoridades militares pedem para não entrar em contato com ele caso encontrem a bomba.

    "Caso a encontrem, é solicitado, para fins investigativos, que não toquem em nada e entrem em contato com a gendarmaria mais próxima", alertaram.

    Mais:

    França afirma que crise nas relações com EUA por AUKUS afetará novo conceito da OTAN
    França: 'impensável' seguir com negociações de comércio livre entre UE e Austrália devido a AUKUS
    Aliança AUKUS: França acredita que administração Biden segue princípio de 'América em 1º lugar'
    Tags:
    avião de ataque, avião de combate, avião de assalto, França, Força Aérea, bomba
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar