22:57 22 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    110
    Nos siga no

    O político favorável à independência da Catalunha da Espanha foi detido pelas autoridades italianas na Sardenha na quinta-feira (23), em cumprimento de um mandado de detenção lançado pelas autoridades da Espanha.

    O ex-presidente da Generalitat Cataluña, Carles Puigdemont, deixou a prisão de Sassari, na ilha italiana da Sardenha, depois que o Tribunal de Apelação o libertou sem medidas cautelares.

    Antes de deixar a prisão em meio a uma grande multidão de jornalistas e simpatizantes, ele somente parou para agradecer aos funcionários da prisão pelo seu tratamento.

    Vos vejo em breve. Obrigada a todos!

    De acordo com a decisão do tribunal, Puigdemont poderá deixar a Itália e só terá que voltar no dia 4 de outubro, dia em que será realizada sua audiência final sobre pedido de extradição para a Espanha.

    O político independentista foi preso depois que o Supremo Tribunal espanhol o condenou no início desta semana, junto com outros 12 líderes independentistas catalães, por sedição, desobediência e mau uso de fundos públicos, podendo sua pena chegar até 13 anos de prisão.

    Puigdemont teve que abandonar a Espanha em 2017, após a realização de um referendo pela independência na Catalunha. As autoridades espanholas o classificaram de ilegal e prenderam vários políticos. Puigdemont, no entanto, conseguiu fugir para a Bélgica, sendo que um juiz belga suspendeu o processo de extradição contra ele, citando imunidade visto que havia sido eleito para o Parlamento Europeu.

    Entretanto, em 2021, o Parlamento Europeu retirou a Puigdemont – assim como a dois outros eurodeputados catalães, Antoni Comin e Clara Ponsati – sua imunidade. Tal ato abriu caminho para uma possível extradição para a Espanha, já que Madri reemitiu os mandados de prisão para os políticos em 2019.

    Mais:

    Em Madrid, protesto de imigrantes africanos reúne milhares contra o racismo
    Tribunal da Espanha condena deputado que apoiou referendo separatista da Catalunha em 2017
    Descobrem na Espanha dezenas de pegadas de espécie extinta de elefantes (FOTOS)
    Tags:
    Carles Puigdemont, Catalunha, Espanha, independência, mandato, prisão, extradição, Itália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar