15:13 23 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    61101
    Nos siga no

    A empresa de energia russa Gazprom informou na manhã desta sexta-feira (10) que o gasoduto Nord Stream 2 (Corrente do Norte 2) acaba de ser concluído.

    O presidente do Conselho de Administração da Gazprom, Aleksei Miller, anunciou o fim da construção do gasoduto Nord Stream 2.

    "Na reunião operacional desta manhã na Gazprom, o presidente do Conselho de Administração, Aleksei Miller, informou que hoje às 8h45 no horário de Moscou [2h45 no horário de Brasília] a construção do gasoduto Nord Strem 2 foi totalmente concluída", indica um comunicado da empresa no Telegram.

    Comentando o fim da construção, a representante oficial do Ministério das Relações Exteriores, Maria Zakharova, disse nesta sexta-feira (10) que é impossível parar o projeto, apelando para deixarem de criar obstáculos à infraestrutura.

    Zakarova afirmou que os prazos das primeiras entregas comerciais pelo gasoduto Nord Stream 2 dependem do regulador alemão. Moscou espera que em breve os usuários europeus possam receber o gás russo através desta via, que é mais curta.

    A Rússia espera que o Nord Stream 2 deixe de ser um motivo de confronto e apela à colaboração, disse ontem (9) a representante oficial do Ministério das Relações Exteriores russo.

    Há poucos dias, em 6 de setembro, a empresa Nord Stream 2 AG, operadora do projeto, informou ter instalado o último tubo da segunda linha do gasoduto. A empresa pretende começar a operar o Nord Stream 2 até o fim de 2021.

    Especialistas instalam último tubo da segunda linha do gasoduto Nord Stream 2 (Corrente do Norte 2), marcando o fim próximo da construção do projeto
    © Sputnik / Nord Stream 2
    Especialistas instalam último tubo da segunda linha do gasoduto Nord Stream 2 (Corrente do Norte 2), marcando o fim próximo da construção do projeto

    O gasoduto Nord Stream 2 tem uma extensão de 1.234 quilômetros e é dividido em 5 setores: russo, finlandês, sueco, dinamarquês e alemão. O gasoduto transportará 55 bilhões de metros cúbicos de gás natural anualmente da Rússia para a Alemanha, através do fundo do mar Báltico.

    Os Estados Unidos impuseram sanções às companhias que contribuíam para a construção do gasoduto, tentando interferir para que o gasoduto não fosse concluído.

    Mais:

    EUA e Ucrânia concordam em continuar a trabalhar para responsabilizar Rússia por 'agressão'
    Petrolífera estatal da Rússia descarta dólares em transações com China
    Armas nucleares: especialistas analisam se Talibã poderá adquiri-las e qual será papel do Paquistão
    Tribunal alemão se recusa a isentar Nord Stream 2 das normas emendadas da União Europeia
    Tags:
    Nord Stream 2, gasoduto, Gazprom, Alemanha, EUA, sanções
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar