21:46 23 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    0 92
    Nos siga no

    Na província de Sevilha, Espanha, foram identificadas três pessoas infectadas com meningoencefalite, doença do vírus do Nilo Ocidental, transmitida por picadas de mosquitos.

    Foram detectados três casos do vírus do Nilo Ocidental na Andaluzia, Espanha, relata na quinta-feira (19) o Ministério Regional da Saúde e das Famílias do Governo Regional da Andaluzia.

    As três pessoas infectadas foram registradas em um espaço de 24 horas na província de Sevilha, após testarem positivo à meningoencefalite, e duas delas foram hospitalizadas.

    Como resultado, as autoridades sanitárias ativaram imediatamente todos os protocolos e medidas de saúde pública previstos para tal situação.

    O vírus do Nilo Ocidental é transmitido através da picada de um mosquito que, por sua vez, o contrai se alimentando de aves infectadas, que são as principais portadoras do patógeno. Além dos humanos, os cavalos também são hospedeiros finais do vírus.

    Os doentes sofrem de sintomas como febre, dor de cabeça, dores no corpo, dores nas articulações, vômitos, diarreia, fraqueza muscular ou paralisia. Mesmo que o paciente acabe recuperando, o cansaço e a fraqueza podem persistir por semanas ou meses. Nos casos mais críticos, podem ocorrer doenças neurológicas graves, tais como encefalite ou meningite. Cerca de 10% destes últimos pacientes morrem.

    Em 2020 foi registrado na Espanha um total de 76 casos, 40 confirmados e 36 prováveis, sendo que em 30 de julho Modesto González, prefeito de Coria del Río, advertiu que as amostras coletadas pela Estação Biológica Doñana-CSIC nos campos de arroz do Guadalquivir teriam detectado em mosquitos na área "uma carga viral de intensidade comparável à do surto de 2020".

    Não há vacina ou tratamento para o vírus do Nilo Ocidental em humanos, embora existam várias vacinas para os cavalos.

    Mais:

    Febre amarela: Argentina está em alerta para possível surto após duas mortes na fronteira com Brasil
    Vacina contra vírus da zika é promissora nas fases iniciais de testes clínicos
    Autoridades sanitárias da Flórida relataram 10 novos casos de vírus da mesma família do zika
    Tags:
    Nilo, Espanha, Sevilha, Andaluzia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar