09:32 22 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    6227
    Nos siga no

    Nesta segunda-feira (12), os chefes dos ministérios das Relações Exteriores dos países da União Europeia (UE) prorrogaram formalmente por mais seis meses, até 31 de janeiro de 2022, as sanções econômicas contra a Rússia, informou uma fonte europeia à Sputnik.

    "Sim, as sanções foram prorrogadas", disse o interlocutor da agência.

    A decisão de prolongar as medidas restritivas foi tomada pelos líderes da UE na cúpula da União Europeia conduzida em 24 e 25 de junho.

    Não há nenhuma novidade no fato de a União Europeia ter decidido prolongar as sanções contra a Rússia, somos forçados a trabalhar em condições difíceis, decisões deste tipo não abrem novas perspectivas para a normalização das relações entre Moscou e Bruxelas, segundo disse Dmitry Peskov, o porta-voz do Kremlin.

    "Sim, foi tomada a decisão de prolongar as sanções, não há nenhuma novidade aqui. Por enquanto, de fato, temos que trabalhar em condições difíceis", disse Peskov.
    Pessoas passam por bandeiras da União Europeia içadas na sede da Comissão Europeia em Bruxelas, Bélgica, 5 de maio de 2021
    © REUTERS / Yves Herman
    Pessoas passam por bandeiras da União Europeia içadas na sede da Comissão Europeia em Bruxelas, Bélgica, 5 de maio de 2021

    As sanções econômicas da UE, impostas há sete anos, visam os setores financeiro, energético e de defesa da Rússia. Em particular, vários bancos e empresas russas têm acesso limitado aos mercados de capitais primário e secundário do bloco, bem como foi introduzida a proibição de importação e exportação de armas e bens de dupla utilização, ou seja, geralmente utilizados para fins industriais civis, mas que contêm propriedades que podem ser usadas para construção de armamentos.

    Além disso, a UE restringiu o acesso da Rússia a uma série de tecnologias e serviços para produção e exploração de petróleo.

    Moscou, por sua vez, introduziu medidas retaliatórias, comprometendo-se a substituir importações por produtos nacionais e tem repetidamente afirmado que é contraproducente falar com a Rússia na linguagem das sanções.

    Mais:

    Desdolarização deve ser objetivo de qualquer país que queira ter 'direito à voz', diz economista
    Ministro russo é premiado com mais alta ordem ao mérito da Hungria por entregas da Sputnik V
    Nomeiam nos EUA região onde pode irromper grande combate entre superpotências
    Tags:
    sanções econômicas, Rússia, União Europeia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar