06:50 14 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    Mundo em meio à pandemia da COVID-19 no fim de maio de 2021 (61)
    4 0 0
    Nos siga no

    A Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde (MHRA, na sigla em inglês) do Reino Unido deu sinal verde nesta sexta-feira (28) para o uso de uma vacina de dose única contra a COVID-19, desenvolvida pela Johnson & Johnson.

    O regulador forneceu informações sobre a vacina da Johnson & Johnson, "aprovada pelo MHRA em 28 de maio de 2021", no site do governo do Reino Unido. Londres já encomendou 30 milhões de doses da vacina de injeção única.

    A informação foi anunciada pelo ministro da Saúde britânico, Matt Hancock.

    Fila de pessoas para receber vacina na cidade de Bolton, no Reino Unido
    © REUTERS / Phil Noble
    Fila de pessoas para receber vacina na cidade de Bolton, no Reino Unido
    "Este é mais um impulso para o programa de vacinação de enorme sucesso do Reino Unido, que já salvou mais de 13.000 vidas, e significa que agora temos quatro vacinas seguras e eficazes aprovadas para ajudar a proteger as pessoas deste vírus terrível", disse Hancock em uma demonstração.

    De acordo com Hancock, a vacina de dose única fabricada pela subsidiária da empresa farmacêutica norte-americana Janssen terá um papel importante nos próximos meses, já que o governo está encorajando todos os adultos no Reino Unido a receber uma vacina e potencialmente iniciar um programa de reforço mais tarde neste ano.

    O Reino Unido, que vem usando as vacinas de Pfizer/BioNTech, AstraZeneca/Oxford e Moderna na campanha de imunização iniciada em dezembro do ano passado, garantiu 20 milhões de doses da vacina Johnson & Johnson, que segundo seus fabricantes foi 85% eficaz contra a COVID -19 no ensaio clínico.

    Tema:
    Mundo em meio à pandemia da COVID-19 no fim de maio de 2021 (61)

    Mais:

    EUA aprovam recomeço da aplicação de vacina da Johnson & Johnson contra a COVID-19
    NYT informa sobre possível defeito em 70 milhões de doses da vacina da Johnson & Johnson
    Vacinas da AstraZeneca e Johnson & Johnson devem ser excluídas, recomendam especialistas da Noruega
    Tags:
    vacina, COVID-19, pandemia, saúde, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar