00:12 24 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    152
    Nos siga no

    Nesta segunda-feira (17), o ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Heiko Maas, disse que Berlim pretende perdoar a dívida de 360 milhões de euros (cerca de R$ 2,3 bilhões) do Sudão com seu país para ajudar a nação africana no caminho da recuperação.

    O chanceler alemão deu a declaração durante uma conferência sobre o Sudão na capital francesa, Paris, onde os países ocidentais devem lançar oficialmente um processo de alívio da dívida do Sudão.

    "Para implementar reformas políticas e econômicas agora, o governo sudanês precisa de margem de manobra financeira. Estamos prontos para perdoar a dívida do Sudão com a Alemanha no valor de 360 milhões de euros [cerca de R$ 2,3 bilhões]", disse Maas.
    © AP Photo / AP
    Sudaneses comemoram o primeiro aniversário dos protestos que levaram à deposição do ex-presidente Omar al-Bashir, em Cartum

    Ainda segundo a declaração do chanceler alemão, Berlim também pagará até US$ 109 milhões (cerca de R$ 573 milhões) em dívidas do Sudão ao Fundo Monetário Internacional (FMI).

    A nação norte-africana assumiu dívidas pesadas após o processo que levou à deposição de seu antigo governante, o militar Omar Bashir, em abril de 2019. O Sudão deve ao FMI mais de US$ 50 bilhões (cerca de R$ 263 bilhões), mas é elegível para o processo de alívio da dívida sob o esquema de países pobres considerados altamente endividados.

    Mais:

    'Águias do Nilo 2': caças MiG-29 são avistados em exercícios conjuntos de Egito e Sudão (VÍDEO)
    Sputnik V: é falsa a alegação de que negociação com a Alemanha está 'morta', diz RFPI
    França, Alemanha e Espanha selam acordo para novo caça que seria para o bem da 'soberania da Europa'
    Tags:
    FMI, Heiko Maas, Sudão, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar