18:50 21 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    2714
    Nos siga no

    A Aliança Atlântica tem realizado voos de reconhecimento frequentes na região, que são "riscos de ameaça à segurança nacional" de Belarus, anunciou militar de alto escalão bielorrusso.

    Os voos de demonstração mais frequentes de bombardeiros estratégicos da OTAN têm grande probabilidade de terem como objetivo treinar ataques a Belarus e à Rússia, afirmou Igor Korol, subchefe do Estado-Maior de Belarus, à emissora STV.

    Korol apontou que desde o início do ano houve nove voos desse tipo sobre a Rússia, e acrescentou que Minsk tem registrado semanalmente mais de 30 voos de reconhecimento da OTAN.

    "Todo o arsenal da aviação está envolvido, desde as aeronaves de reconhecimento estratégico até as aeronaves de reconhecimento tático", revelou Korol.

    O militar também sugeriu que os Estados Unidos e os países da OTAN vejam possíveis operações não como ofensivas, mas como operações de gestão de crises.

    "Sabemos o que o bloco da OTAN quer dizer por operações de gestão de crises. Conhecemos muitos países, conhecemos muitos exemplos em que tropas americanas e seus aliados da OTAN entraram em países prósperos e acabaram os transformando em desertos, e causaram danos irreparáveis aos Estados", comentou, se referindo a Líbia, Síria e Iraque.

    Por fim, o subchefe do Estado-Maior de Belarus ressaltou que o que está acontecendo nos países da OTAN "traz novos desafios e riscos de ameaça à segurança nacional" de Belarus, aos quais Minsk está reagindo. xc cx cc cx cx cccccc

    Mais:

    Bielorrússia ordena reforço de tropas em flanco ocidental
    Países do Leste Europeu apelam à OTAN que reforce sua presença na região para conter Rússia
    'Preparo para ofensiva': exercícios da OTAN perto da fronteira russa são provocação, diz analista
    Tags:
    Iraque, Síria, Líbia, EUA, STV News, Belarus, Rússia, OTAN
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar