13:23 18 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    0 1721
    Nos siga no

    A França não cederá na questão de peca nas águas britânicas, sendo as decisões tomadas por Londres em relação aos pescadores franceses após o Brexit "inválidas", declarou o ministro do Comércio Exterior francês, Franck Riester.

    Anteriormente, o governo do Reino Unido saudou a saída dos barcos pesqueiros franceses da região da ilha de Jersey, localizada no canal da Mancha, e a volta dos navios-patrulha da Marinha Real do Reino Unido para porto britânico.

    "Não transigiremos, o direito é muito claro, e os acordos devem ser cumpridos [...]. As decisões, que foram tomadas pelos britânicos, são consideradas por nós inválidas", anunciou Riester para rádio Sud.

    Na quarta-feira (5), a ministra do Mar francesa, Annick Girardin, ameaçou cortar a energia da ilha de Jersey, território protetorado britânico, anunciando que as limitações de pesca para barcos pesqueiros franceses na costa da ilha correspondem à violação britânica do acordo do Brexit.

    Depois disso, Londres decidiu enviar dois navios-patrulha para Jersey. Em resposta, as autoridades francesas também endereçaram navios-patrulha à ilha.

    Na quinta-feira (6), perto da costa de Jersey, de acordo com a rádio France Bleu, se juntaram mais de 50 barcos pesqueiros a fim de realizar ação de protesto pacífica contra as restrições. Logo depois, eles abandonaram as águas territoriais do Reino Unido.

    No entanto, o MRE francês declarou que intenciona utilizar todas as alavancas a fim de preservar sua indústria pesqueira nas águas britânicas.

    Mais:

    França tacha ataque contra jornalistas em Burkina Faso de 'terrorista'
    COVID-19: França pode suspender uso obrigatório de máscaras a partir de junho, diz ministro
    França: Marine Le Pen é absolvida da acusação de incitar terrorismo
    Tags:
    barco pesqueiro, barco patrulha, França, Reino Unido, Ilhas Jersey
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar