05:13 03 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    0 20
    Nos siga no

    A Renault estima que, tendo em vista a atual reviravolta nas discussões europeias sobre os futuros limites de emissão de gases, os carros com motores de combustão dificilmente atingiriam os padrões até 2035.

    O mercado seria então composto apenas por veículos 100% elétricos, segundo noticiou nesta quinta-feira (6) a Reuters.

    Uma mulher segura um cabo para carregar um veículo utilitário elétrico da Renault em Cagnes-Sur-Mer, França.
    © REUTERS / Eric Gaillard
    Uma mulher segura um cabo para carregar um veículo utilitário elétrico da Renault em Cagnes-Sur-Mer, França

    A Europa deve em breve divulgar suas propostas para o futuro padrão Euro 7 de emissões poluentes até 2025 e para sua política sobre emissões de CO2 até 2030, decisões acompanhadas de perto pela indústria automotiva.

    "Se todas as discussões seguirem na direção que vemos hoje, em 2035 seria difícil atingir os limites e a regulamentação (para carros convencionais), então muitos carros seriam elétricos", disse o gerente geral da Renault, Luca de Meo, durante a apresentação nesta quinta-feira (6) da nova estratégia comercial da marca Renault.

    Mais:

    ONU: apesar de desaceleração da economia, concentração de gases de efeito estufa atinge recorde
    Brasil tem metade das fábricas automotivas paradas: 'Dos piores cenários em décadas', diz analista
    Cúpula do Clima: Bolsonaro promete zerar gases poluentes até 2050, antecipando a meta em 10 anos
    Tags:
    gases de efeito estufa, emissão de gases, efeito estufa, setor automotivo, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar