10:44 16 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    0 40
    Nos siga no

    Participantes de manifestações do Dia do Trabalhador em Berlim, na Alemanha, atiraram pedras e garrafas contra policiais neste sábado (1º), conforme afirmou uma porta-voz da polícia à Sputnik.

    "Depois que alguns dos manifestantes foram escoltados pela polícia para fora da coluna devido a violações dos regulamentos da COVID-19, a maioria dos participantes foi para as ruas laterais, mas um pequeno grupo começou a atirar pedras e garrafas nos policiais", disse a agente.

    Manifestantes mais radicais também teriam utilizado fogos de artifício e incendiado várias latas de lixo e pedaços de madeira durante o ato na capital alemã. A polícia ameaçou realizar prisões e, em seguida, os organizadores da marcha decidiram encerrar o evento antes de a situação sair totalmente de controle. Mas foram registrados confrontos e relatos de ações violentas por parte da polícia

    ​O 1º de maio em Berlim terminou em queima de barricadas e prisões violentas depois que a polícia impediu que a manifestação chegasse ao seu ponto final em Kreuzberg.

    Ainda não há informações disponíveis sobre o número de pessoas detidas ou feridas em razão dos enfrentamentos. Estima-se que cerca de 10.000 pessoas tenham ido às ruas durante os atos deste 1º de maio em Berlim.

    Mais:

    Manifestantes antifascistas realizam protesto em Paris (VÍDEO)
    Conflitos ocorrem entre manifestantes e polícia em Washington (VÍDEO)
    Polícia alemã entra em confronto com manifestantes contrários ao isolamento
    Cerca de 100 mil pessoas saem às ruas da Espanha pelo Dia Internacional dos Trabalhadores (FOTOS)
    Tags:
    polícia, ato, manifestação, Dia do Trabalhador, trabalhador, 1º de maio, 1 de maio, Alemanha, Berlim
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar