10:06 16 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    0 23
    Nos siga no

    A polícia de Bruxelas implantou canhões de água e gás lacrimogêneo para dispersar participantes do festival não autorizado La Boum 2, realizado hoje (1º) no parque Bois de la Cambre, informou um correspondente da Sputnik no local.

    Nesta tarde, milhares de pessoas compareceram ao famoso parque da capital belga para o evento, apesar de ter sido proibido pelas autoridades devido às atuais restrições relacionadas à COVID-19. 

    ​Bruxelas, milhares de jovens se reuniram para comemorar no Bois de la Cambre, desafiando as proibições.

    Inicialmente, de acordo com o correspondente, a polícia não interveio e apenas recomendou às pessoas que usassem máscaras e respeitassem o distanciamento social. Mais tarde, no entanto, centenas de policiais cercaram os participantes do festival na tentativa de forçá-los a sair do parque. Em resposta, as pessoas começaram a atirar pedras, galhos de árvores e garrafas contra os agentes. 

    Devido aos confrontos entre policiais e participantes do evento, várias pessoas precisaram ser transportadas para o hospital com ferimentos. Um homem chegou a perder a consciência após ser atingido por um canhão de água. 

    A polícia evacua o Bois de la Cambre, em Bruxelas, com canhões de água e gás lacrimogêneo, onde milhares de pessoas se reuniram para festejar.​

    Os organizadores do festival utilizaram as redes sociais para promover o evento ao longo da última semana. A pedido das autoridades, o Facebook excluiu a página criada por eles na quinta-feira (29), mas uma nova foi criada no dia seguinte. Milhares de usuários confirmaram sua intenção de participar do festival.

    Na sexta-feira (30), o primeiro-ministro belga, Alexander De Croo, pediu aos cidadãos paciência e anunciou que eventos ao ar livre para até 200 pessoas deverão ser liberados em um futuro próximo. Atualmente, grandes aglomerações públicas ainda são restritas no país e as autoridades alertam que, se necessário, vão fazer uso da força para dispersar as multidões.

    Mais:

    Presidente argentino não descarta uso das forças de segurança para evitar aglomerações
    Amazonas está vivendo as consequências das aglomerações em festas de fim de ano, alerta imunologista
    COVID-19: Paraguai tem risco de colapso e pede para população evitar aglomerações
    Tags:
    canhão, gás lacrimogêneo, polícia, restrições, COVID-19, multidão, festival, Bruxelas, Bélgica
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar