17:26 06 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    Situação da COVID-19 em meados de abril no mundo (75)
    130
    Nos siga no

    A nova variante da COVID-19, primeiramente detectada na Índia, carrega consigo uma mutação dupla e pode gerar preocupações. A variante registrada seria ainda menos controlada por vacina.

    A nova cepa com mutação dupla da COVID-19, nomeada B.1.617, foi descoberta no Reino Unido e é provavelmente mais contagiosa e menos sensível às vacinas que as variantes brasileira e sul-africana.

    "O Serviço Nacional de Saúde atribuiu o status de 'variante em estudo' à nova cepa do coronavírus […]. O serviço registrou 77 casos no Reino Unido, e todas as medidas de segurança de saúde serão tomadas, inclusive será assegurada a detecção de contatos", segundo o comunicado do serviço britânico entregue à Sputnik.

    De acordo com o professor Paul Hunter da Universidade de East Anglia, no Reino Unido, a nova cepa do coronavírus tem duas mutações de proteína, o que pode causar grandes problemas, a E484Q e L452R.

    "Há evidência laboratorial de que ambas são mutações de escape. Basicamente, aplicando o que sabemos sobre outros coronavírus humanos, poderia sugerir que esta será ainda menos controlada por vacina. Mas não temos certeza disso no momento", afirmou Hunter, citado pelo The Guardian.

    A variante B.1.617 do SARS-CoV-2 possui duas mutações, a E484Q e L452R. Ambas são encontradas separadamente em muitas outras variantes do coronavírus, mas foram registradas juntas pela primeira vez na Índia. Pelo menos oito cidades no estado de Maharashtra, na Índia, apresentaram fortes evidências da presença da B.1.617. Ainda não há evidências concretas de que esta cepa é mais contagiosa, segundo o jornal The Indian Express.

    Tema:
    Situação da COVID-19 em meados de abril no mundo (75)

    Mais:

    Em SP, 51 pessoas recebem por engano vacina da COVID-19, e não da gripe comum
    Vacina Sputnik V pode proteger animais da COVID-19, afirma desenvolvedor
    EUA ainda não sabem qual foi origem da COVID-19, diz diretora de Inteligência
    Encontrado fator que triplica risco de internação em UTI e morte por COVID-19
    Tags:
    mutação, Índia, Reino Unido, vírus, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar