20:14 14 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    Situação da COVID-19 em meados de abril no mundo (75)
    211
    Nos siga no

    O governo português anunciou nesta sexta-feira (16) que vai levantar a suspensão de voos com o Reino Unido e o Brasil para "viagens essenciais".

    O anúncio foi feito através de um comunicado do Estado português que informa que as medidas já estão em vigor.

    "É levantada a suspensão dos voos com origem ou destino no Brasil e no Reino Unido, apenas para viagens essenciais, à semelhança do que já acontecia com os voos provenientes de países terceiros", escreveu a pasta.

    Os passageiros que quiserem entrar no país a partir do Brasil ou de países que possuem uma taxa de incidência de COVID-19 igual ou superior a 500 casos por 100 mil habitantes precisarão cumprir uma quarentena de 14 dias.

    "Estão também na lista destes países a Bulgária, Chéquia [República Tcheca], Chipre, Croácia, Eslovénia, Estónia, França, Hungria, Países Baixos, Polónia e Suécia", informou o governo português.

    ​Segundo o ministério, são consideradas viagens essenciais aquelas realizadas por motivos profissionais, de estudo, de reunião familiar, por razões de saúde ou por razões humanitárias.

    Portugal suspendeu no fim de janeiro os voos provenientes do Brasil e o Reino Unido em razão das novas variantes do SARS-CoV-2, consideradas mais transmissíveis.

    Tema:
    Situação da COVID-19 em meados de abril no mundo (75)

    Mais:

    Portugal vai enviar 60 militares para Moçambique após grupos armados tomarem cidade de Palma
    Portugal vive Semana Santa com restrições, mas celebra reunião após Páscoa confinada de 2020
    'Portugal e Brasil são os mais preparados na CPLP para ajudar Moçambique militarmente', diz analista
    Em Portugal, macaco arranca dedo de menino de 5 anos em zoológico
    Portugal cria plano contra racismo com cotas: 'Brasil é exemplo inspirador', diz deputada portuguesa
    Tags:
    aviação civil, aviação comercial, aviação, aeroporto, aviões, Brasil, Portugal, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar