12:38 17 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    0 82
    Nos siga no

    O presidente turco reafirmou a sua determinação de construir o novo canal Istambul e disse que as contratações para o projeto serão anunciadas em breve. O presidente da Turquia criticou a oposição por ser contra a construção da nova via marítima.

    O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, expressou de novo a vontade do país de construir o canal de Istambul entre o mar Negro e o mar de Mármara, destacando que a preparação para a construção está terminando.

    "A maior parte dos preparativos para o projeto estão concluídos. O estudo de impacto ambiental está feito. Em ambas as margens do canal será construída uma cidade com população de 500 mil pessoas", disse Erdogan, discursando no parlamento.

    O presidente turco criticou a oposição, que é contra a construção do canal, sublinhando seu impacto negativo para o ambiente e pouca vantagem econômica.

    "Olhem, eles [a oposição] até ameaçam os empresários que investirão no projeto: dizem que quando tomarmos posse, acabaremos a construção e seu dinheiro desaparecerá. Como é possível pensar no poderio e interesses do país, possuindo esta mentalidade?", adicionou o presidente turco.

    Erdogan disse que as contratações para o projeto serão anunciadas em breve.

    ​Presidente da Turquia Erdogan apela para conclusão do projeto do canal Istambul, segundo Daily Sabah, 23 de dezembro de 2019.

    Em 2011 Erdogan revelou pela primeira vez a possibilidade de construção do novo canal quando o atual presidente turco era primeiro-ministro do país. O projeto de construção do novo caminho marítimo contornando o estreito do Bósforo, se tornará, caso seja concluído, a iniciativa mais significante na história moderna da Turquia e permitirá reduzir a sobrecarga do tráfego no Bósforo.

    Anteriormente, o ministro do Ambiente e Urbanização, Murat Kurum, afirmou que Ancara aprovou o projeto de construção do canal que se estende paralelamente ao Bósforo. O ministro das Relações Exteriores da Turquia Mevlut Cavusoglu declarou que o projeto do canal Istambul não significa a vontade turca de rejeitar a Convenção de Montreux sobre o Regime dos Estreitos.

    Em 4 de março, 103 almirantes aposentados turcos publicaram uma carta aberta expressando sua preocupação com o projeto de construção do novo canal, que não seria regulado pela Convenção de Montreux. Mas tarde, foi informado que a polícia turca prendeu dez almirantes que assinaram a carta coletiva. Erdogan criticou a carta aberta e confirmou que o país não pretende deixar a Convenção de Montreux.

    Mais:

    De novo?! Navio encalha no canal de Suez e tráfego no local fica lento
    EUA sancionam Turquia por 'transação significativa' com a Rússia, diz Departamento de Estado
    Navio Ever Given é reflutuado abrindo espaço para trânsito marítimo no canal de Suez (VÍDEO)
    Ucrânia recebe ajuda do Reino Unido para construção de navios de guerra, diz mídia
    Pequim: postura das Filipinas em área de recife disputado no mar do Sul da China é 'inaceitável'
    Tags:
    Estreito de Bósforo, Istambul, canal, Recep Tayyip Erdogan, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar