14:14 21 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    8416
    Nos siga no

    Nesta quarta-feira (24), o ministro das Relações Exteriores do Reino Unido, Dominic Raab, deverá instar os aliados da OTAN a enfrentar a suposta ameaça russa.

    O chanceler britânico também pretende fazer com que o Kremlin pague as consequências de sua "atividade hostil", e reitera o "apoio incondicional" do Reino Unido à OTAN.

    "O Reino Unido, como a principal potência diplomática e de defesa, apoia incondicionalmente a OTAN como uma forte dissuasora militar contra as ameaças da Rússia, bem como um bastião político contra as atividades de desestabilização de Moscou", Raab foi citado como tendo dito antes de discurso na reunião ministerial presencial da OTAN, que está acontecendo em Bruxelas, na Bélgica.

    De acordo com a declaração, o líder diplomático do Reino Unido vai acusar o Kremlin de desenvolver tecnologias novas e destrutivas, e de apoiar os ciberataques que visam dados sensíveis, enquanto tenta interferir nas eleições e espalha desinformações sobre o coronavírus.

    "Esta é uma importante oportunidade para os aliados da OTAN se reunirem e discutir a importância das regras baseadas da nossa aliança em um mundo onde a democracia está sendo ameaçada por poderes autoritários e atores não estatais que usam a ameaça cibernética e novas tecnologias maliciosas para sabotar a ordem", adicionou.

    O ministro das Relações Exteriores britânico também vai apoiar as políticas da aliança militar Open Door, que oferece uma rota aos navios-membros da OTAN aos países antagônicos da Rússia, incluindo a Ucrânia e a Geórgia.

    Além disso, a OTAN discutirá as relações com China e Rússia, mudança climática, cibersegurança, terrorismo, segurança energética e outros interesses da aliança.

    Mais:

    UE pode bloquear exportações de vacinas para Reino Unido, sugere Ursula von der Leyen
    Argentina pede fim do colonialismo após Reino Unido reafirmar presença militar nas ilhas Malvinas
    Com nova estratégia de defesa, Reino Unido busca recriar o Império, opina especialista
    Tags:
    geopolítica, política, OTAN, Rússia, Reino Unido, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar