09:41 05 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    5412
    Nos siga no

    O primeiro-ministro da Ucrânia, Denis Shmygal, disse neste domingo (21) que o país pretende entrar para a União Europeia (UE) e para a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) nos próximos cinco ou dez anos.

    A declaração foi dada em entrevista ao jornal alemão Handelsblatt.

    "Nosso desejo é nos tornarmos membros da UE dentro de cinco a dez anos. É claro que isso não depende apenas de nós, mas de 27 outros países. O mesmo é verdade para a OTAN", disse Shmygal.

    Para conseguir o ingresso, a Ucrânia admite que ainda precisa fazer progressos na luta contra a corrupção e de estabelecer os padrões europeus de Justiça.

    O primeiro-ministro da Ucrânia, Denis Shmygal, durante pronunciamento à imprensa.
    © REUTERS / Gleb Garanich
    O primeiro-ministro da Ucrânia, Denis Shmygal, durante pronunciamento à imprensa.

    Shmygal observou, no entanto, que há vários países da União Europeia que são céticos quanto a uma maior expansão do bloco para novos integrantes.

    Em dezembro de 2014, a Ucrânia renunciou ao status de não alinhado à OTAN e, em 2018, decidiu que a adesão ao grupo era um dos principais objetivos de sua política externa.

    O Parlamento da Ucrânia aprovou em fevereiro de 2019 as emendas à Constituição do país, que endossam a política de ingresso na UE e na OTAN.

    Em junho de 2020, a Ucrânia tornou-se o sexto estado a receber o status de parceiro da OTAN com capacidades expandidas. Anteriormente, esse status era concedido para a Austrália, Finlândia, Geórgia, Jordânia e Suécia.

    Mais:

    OTAN não reage às propostas da Rússia para realizar negociações, diz diplomata russo
    'Faca na garganta': portal chinês avalia chances de OTAN tomar região russa de Kaliningrado
    Almirante russo explica por que OTAN não consegue detectar submarino russo no Mediterrâneo
    Secretário de Estado dos EUA diz que país continuará enviando ajuda militar à Ucrânia
    Ucrânia sanciona companhias aéreas de Moldávia e Portugal por voos a Rússia e Crimeia
    Ucrânia enfrenta escassez de carvão em termelétricas
    Tags:
    Ucrânia, OTAN, União Europeia, ingresso, bloco, Organização do Tratado do Atlântico Norte, primeiro-ministro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar