11:34 12 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    7423
    Nos siga no

    A chancelaria russa criticou as afirmações reveladas na mídia alemã sobre uma suposta "ameaça russa" contra a OTAN, teorizando que elas foram vazadas para moldar a opinião pública da Alemanha.

    Maria Zakharova, representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, respondeu em briefing na sexta-feira (12) às declarações do Ministério da Defesa da Alemanha sobre uma "ameaça russa".

    "Vou ser breve: o lado russo leva em conta as realidades declaradas nas relações com a República Federal da Alemanha", enfatizou.

    Segundo ela, os serviços de inteligência alemães, cujas afirmações foram publicadas na mídia alemã, frequentemente organizam "vazamentos" de supostos documentos confidenciais à mídia a fim de moldar a opinião pública na Alemanha de maneira desejada.

    "Nos alemães está sendo implantada a ideia de que a Rússia é algum tipo de ameaça real aos países da OTAN [...] A visão antirrussa está agora sendo consolidada no Estado alemão em nível doutrinário e estratégico. Declarações respectivas estão sendo feitas por funcionários alemães [e] políticos da primeira liga", disse.

    No domingo (7), o jornal Welt am Sonntag escreveu que um documento interno do Ministério da Defesa da Alemanha avalia as ações da Rússia como perseguindo o objetivo de "desestabilizar e enfraquecer a OTAN". A China, segundo o mesmo documento, está procurando "moldar a ordem internacional de acordo com seus interesses" e ambos os países têm reivindicações de poder no palco internacional.

    A "ameaça russa" é frequentemente apontada em países ocidentais como uma realidade. O próprio Kremlin tem declarado que a Rússia não representa uma ameaça para ninguém, mas não ignorará ações potencialmente perigosas para seus interesses, e ao mesmo tempo expressa preocupação com o fortalecimento da infraestrutura da OTAN perto de suas fronteiras.

    Mais:

    'Paz na Europa não é possível sem a Rússia', diz partido político alemão
    Moscou: aumento da atividade da OTAN perto das fronteiras russas pode resultar em 'incidente sério'
    Rússia acusa UE de interferir nos assuntos internos com ameaça de sanções
    Tags:
    Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Ministério das Relações Exteriores, Welt am Sonntag, Maria Zakharova, OTAN, China, Alemanha, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar