15:07 18 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    Pandemia de COVID-19 no mundo em meados de março de 2021 (83)
    320
    Nos siga no

    A Comissão Europeia deu a autorização de comercialização da vacina contra a COVID-19 da Jonhson & Johnson nesta quinta-feira (11). Com a liberação, os países-membros da União Europeia (UE) começarão a receber em breve as doses compradas do imunizante.

    A liberação ocorreu horas depois que a Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) recomendou a vacina da Johnson & Johnson, desenvolvida pela farmacêutica Janssen, contra a COVID-19, a primeira que requer apenas uma dose.

    A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, comemorou a aprovação. As informações foram publicadas no portal da UE.

    "A vacina da Janssen é a quarta vacina autorizada pela UE e nos ajudará a aprimorar a campanha de vacinação no segundo trimestre de 2021. Requer apenas uma dose, o que nos leva mais um passo para atingir nossa meta coletiva de vacinar 70% da população adulta até final do verão", destacou.

    A autorização aprovada é de uso condicional e permite a aplicação apenas por um ano já que a farmacêutica ainda não disponibilizou todos os dados de eficácia e efeitos colaterais da vacina.

    O imunizante da Johnson & Johnson já foi aprovado pelos Estados Unidos, Canadá e Bahrein.

    A farmacêutica e a União Europeia chegaram a um acordo para a entrega de 200 milhões de doses neste ano. As primeiras 55 milhões devem ser entregues antes do fim do primeiro semestre.

    Tema:
    Pandemia de COVID-19 no mundo em meados de março de 2021 (83)

    Mais:

    Brasil à deriva: após 1 ano de pandemia, por que o país ainda bate recordes de mortes?
    Pfizer e BioNTech afirmam que sua vacina é 94% eficaz contra infecções assintomáticas
    Comitê Olímpico da China oferece vacinas contra a COVID-19 aos participantes da Olimpíada de Tóquio
    ONU lança campanha para promover igualdade de acesso às vacinas contra a COVID-19
    Tags:
    pandemia, imunização, Ursula von der Leyen, União Europeia, vacinação, vacina, Johnson & Johnson, Europa, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar