15:06 21 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    121
    Nos siga no

    Ao menos 27 agentes das forças de segurança da Ucrânia ficaram feridos em confrontos com membros da extrema-direita ucraniana perto do palácio presidencial em Kiev nesta terça-feira (23).

    Os conflitos ocorreram durante uma manifestação de apoiadores de Sergei Sternenko, ex-chefe da seção regional de Odessa do grupo ultranacionalista Pravy Sektor (organização extremista proibida na Rússia), condenado hoje (23) a sete anos de prisão por sequestro e posse ilegal de armas.

    De acordo com a Polícia de Kiev, em torno de 2.000 pessoas teriam participado dos atos na capital. Parte dos manifestantes começou a agir de forma violenta contra os agentes que patrulhavam as ruas durante o protesto, fazendo uso de spray de pimenta e sinalizadores. Como resultado, 27 policiais e membros da Guarda nacional ficaram feridos, assim como dez manifestantes. 

    Ucrânia: confrontos estouram perto do gabinete do presidente, em Kiev, depois que protestos eclodiram em todo o país nesta noite após a condenação do ativista político Sergei Sternenko a sete anos de prisão.​

    Ainda segundo as autoridades, 24 pessoas foram interrogadas por suspeitas de participação nos tumultos e liberadas em seguida. Uma investigação foi aberta para apurar detalhes do ocorrido.

    Mais:

    Supremacistas brancos são considerados maior ameaça extremista nos EUA
    Correspondente da Sputnik no Chile é ameaçada por grupos de extrema-direita
    Caixa-preta: extrema direita estaria ampliando influência dentro das polícias brasileiras
    Maia reclama de traição e diz que DEM foi para a extrema-direita
    Tags:
    Pravy Sektor, ultranacionalismo, extremismo, extrema-direita, direita, protestos, Ucrânia, Kiev
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar