03:56 14 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    0 03
    Nos siga no

    Em 2014, o voo MH17 foi interrompido abruptamente devido a uma queda misteriosa na região de Donetsk, no leste da Ucrânia. O avião levava quase 300 pessoas a bordo. Não houve sobreviventes.

    O tribunal dos Países Baixos, que está realizando uma audiência sobre a queda do voo MH17 sobre a Ucrânia em 2014, concordou em adicionar relatórios da Almaz-Antey, estatal russa da indústria de armamentos, aos materiais do caso.

    O juiz Hendrik Steenhuis afirmou nesta segunda-feira (8) que o tribunal "não se opõe à admissão dos relatórios ao caso". Os relatórios de 2015 e 2016 da Almaz-Antey compararam os danos ao avião acidentado com os danos que um míssil suspeito poderia ter causado. 

    O advogado de um dos suspeitos, o russo Oleg Pulatov, pediu que o tribunal permitisse que especialistas russos tivessem acesso aos destroços do avião, mas Steenhuis disse que o tribunal não vê a necessidade de permitir que especialistas estudem os destroços da aeronave. As audiências sobre o caso foram adiadas para 15 de abril.

    Destroços do voo MH17 da Malaysian Airlines
    © AFP 2021 / DOMINIQUE FAGET
    Destroços do voo MH17 da Malaysian Airlines

    Em 17 de julho de 2014, o voo MH17, da Malaysia Airlines, foi interrompido abruptamente devido a uma queda misteriosa na região de Donetsk, no leste da Ucrânia. O avião, que fazia o trajeto entre Amsterdã, Países Baixos, a Kuala Lumpur, Malásia, levava quase 300 pessoas a bordo. Não houve sobreviventes.

    Desde então, os investigadores e os tribunais se envolveram em longos procedimentos legais para determinar quem é o culpado pela destruição do jato comercial de passageiros.

    Mais:

    Ao menos 17 pessoas morrem em acidente de avião no Sudão do Sul, informa Xinhua (FOTOS, VÍDEO)
    Avião espião dos EUA sofre acidente durante treinamento na Virgínia (VÍDEO)
    Partes de corpos são encontradas no local do acidente de avião na Indonésia
    Acidente de avião mata 4 jogadores e presidente de clube de futebol do Tocantins (VÍDEO)
    Tags:
    Malásia, Países Baixos, Ucrânia, Rússia, MH17
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar