07:55 20 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    Mundo vs. COVID-19 no final de janeiro de 2021 (110)
    0 50
    Nos siga no

    A União Europeia (UE) pode bloquear a exportação da vacina da Pfizer contra o coronavírus para o Reino Unido como forma de manter o fornecimento estável do imunizante para os seus Estados-membros.

    A UE pode recorrer a "medidas urgentes para garantir a produção e o fornecimento eficazes de vacinas para a nossa população,", escreve o jornal Independent citando uma carta vazada do presidente do Conselho Europeu, Charles Michel.

    A "guerra das vacinas" foi desencadeada por uma decisão da farmacêutica multinacional AstraZeneca para assegurar o fornecimento do imunizante ao Reino Unido, atrasando ao mesmo tempo as entregas para a União Europeia devido a problemas de produção.

    Londres havia encomendado 40 milhões de doses da vacina Pfizer, mas as entregas deste estoque estão sob ameaça.

    Membro de equipe médica recebe vacina da Pfizer/BioNTech durante vacinação anti-coronavírus em Bergamo, Itália, 5 de janeiro de 2021
    © REUTERS / Ufficio stampa ASST Papa Giovanni XXIII / Handout
    Membro de equipe médica recebe vacina da Pfizer/BioNTech durante vacinação anti-coronavírus em Bergamo, Itália, 5 de janeiro de 2021
    "Isso proporcionaria à UE e aos Estados-membros meios legais necessários, mediante a adoção de medidas urgentes adequadas, para garantir a produção e o fornecimento eficazes de vacinas para a nossa população", disse Michel na carta comentando a possível proibição de exportação da vacina.

    Por sua vez, o jornal Político informou na quinta-feira (28) que a União Europeia introduziria hoje (29) um mecanismo para permitir aos Estados-membros bloquear as exportações de vacinas a nível mundial.

    O plano prevê que a UE concederá autorizações especiais de exportação de vacinas. O bloco europeu concederá tais autorizações somente após se certificar de que os produtores entregaram as doses aos Estados-membros nas quantidades estabelecidas pelos acordos de compra.

    Tema:
    Mundo vs. COVID-19 no final de janeiro de 2021 (110)

    Mais:

    Itália processará Pfizer por atraso no fornecimento da vacina contra COVID-19, diz ministro
    Pfizer se compromete a fornecer 40 milhões de vacinas a países pobres e em desenvolvimento
    UE ameaça barrar exportação de vacinas enquanto demanda europeia não for suprida
    Tags:
    vacina, vacinação, Pfizer, União Europeia, Charles Michel, Reino Unido, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar