09:32 20 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    71215
    Nos siga no

    A líder escocesa Nicola Sturgeon deseja realizar outro referendo sobre a separação do país, mas o primeiro-ministro do Reino Unido já afirmou que Londres não concederá permissão.

    O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, viajará à Escócia nesta semana para impedir as tentativas do país de separação depois que a líder escocesa Nicola Sturgeon ameaçou realizar um referendo sobre independência sem o aval do governo central, informou o jornal inglês The Sun nesta segunda-feira (25).

    Johnson deve usar a viagem para fazer um apelo aos escoceses para rejeitarem o separatismo, relatou a edição on-line do tabloide.

    Sturgeon disse, no domingo (24), que, se o Partido Nacional Escocês vencer as eleições locais marcadas para maio, ela pressionará por outro referendo de independência.

    A primeira-ministra de Escócia Nicola Sturgeon
    A primeira-ministra de Escócia Nicola Sturgeon

    Já Johnson argumentou que Londres não concederá permissão para outro referendo, já que no último, em 2014, a Escócia votou contra a independência por 55% a 45%.

    A líder escocesa, no entanto, diz que o Brexit mudou o cenário dois anos depois, com a Escócia sendo forçada a deixar a União Europeia. Segundo ela, a maioria dos eleitores escoceses havia optado por permanecer no bloco.

    Mais:

    Europa 'não ri mais' da vacina Sputnik V, diz jornal italiano
    Multa para quem vai a festas durante lockdown no Reino Unido chega a R$ 47 mil
    Variante britânica do novo coronavírus aponta para uma maior mortalidade, afirma Boris Johnson
    Tags:
    Boris Johnson, Escócia, Reino Unido, Inglaterra, Brexit, independência, referendo, União Europeia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar