06:00 06 Março 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    0 50
    Nos siga no

    A UE deu as boas-vindas à decisão do presidente Joe Biden de colocar de volta os EUA no Acordo de Paris sobre mudanças climáticas, disse o vice-presidente executivo do bloco, Frans Timmermans.

    Nesta quarta-feira (20), depois de assumir o controle da Casa Branca, Biden começou a assinar uma série de decretos para reconfigurar as políticas dos EUA que incluem sua postura sobre a mudança climática, iniciando o complexo procedimento para entrar novamente no tratado ambiental.

    O ex-presidente Donald Trump tinha retirado os Estados Unidos do Acordo de Paris.

    O secretário-geral da ONU, António Guterres, também comemorou a decisão de Biden, de fazer os EUA voltarem a aderir ao Acordo de Paris.

    Secretário-geral da ONU, António Guterres, participa de uma coletiva em Ramallah, Cisjordânia
    © REUTERS / Mohamad Torokman
    Secretário-geral da ONU, António Guterres, participa de uma coletiva em Ramallah, Cisjordânia
    "Saúdo calorosamente as medidas que o presidente Biden está tomando para voltar a aderir ao Acordo de Paris sobre Mudanças Climáticas, juntando-se assim à crescente coalizão de governos, cidades, estados, empresas e indivíduos, tomando medidas ambiciosas para enfrentar a crise climática", disse Guterres em uma declaração.

    Joe Biden, de 78 anos, tomou posse nesta quarta-feira (20) como o 46º presidente dos Estados Unidos, sucedendo o republicano Donald Trump.

    Biden venceu as eleições em 7 de novembro com ampla maioria dos votos: foram 306 votos eleitorais contra 232 de Donald Trump.

    Mais:

    'Acordo de Paris era para destruir a economia norte-americana', diz Trump no G20
    Índia diz que está no caminho certo para atingir metas do Acordo de Paris
    Biden assina primeiros decretos do mandato e coloca EUA novamente no Acordo de Paris e na OMS
    Tags:
    Joe Biden, clima, Acordo de Paris, acordo, política, UE, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar