06:01 06 Março 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    Coronavírus no mundo em meados de janeiro de 2021 (81)
    111
    Nos siga no

    Os líderes das sete principais nações industrializadas do mundo (G7) se reunirão entre 11 e 13 de junho de 2021 na Cornualha, no Reino Unido, para abordar desafios comuns, como a crise da COVID-19 e as mudanças climáticas.

    O governo do Reino Unido informou em um comunicado divulgado neste domingo (17) que "o primeiro-ministro [Boris Johnson] usará a primeira cúpula presencial do G7 em quase dois anos para pedir aos líderes que aproveitem a oportunidade de reconstruir um mundo melhor após o coronavírus, unindo-se para tornar o futuro mais justo, verde e próspero."

    Segundo a nota, Johnson quer aproveitar o encontro, que também contará com a presença de Austrália, Índia e Coreia do Sul como países convidados, para intensificar a cooperação entre as nações democráticas e tecnologicamente avançadas do mundo.

    "Como o grupo mais proeminente de países democráticos, o G7 é, há muito tempo, o catalisador para uma ação internacional decisiva para lidar com os maiores desafios que enfrentamos", disse o primeiro-ministro, citado no comunicado.

    O Reino Unido tem o orgulho de receber a presidência do G7 este ano dos EUA. Siga-nos para notícias e atualizações ao longo de nosso ano.

    O G7 é formado por Reino Unido, Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão, Estados Unidos e União Europeia (UE).

    Além da presidência do G7, o Reino Unido, que deixou formalmente a UE em 31 de dezembro de 2020 como parte do Brexit, assumirá em fevereiro a presidência temporária do Conselho de Segurança da ONU e sediará, ainda este ano, a conferência do clima da ONU, a COP26, e uma conferência global sobre educação, cujo objetivo é levar as crianças do mundo em desenvolvimento para a escola.

    Tema:
    Coronavírus no mundo em meados de janeiro de 2021 (81)

    Mais:

    Submisso aos EUA, Brasil só tem a perder se entrar na OCDE e no G7, diz ex-chanceler Celso Amorim
    G7 suspende pagamentos de dívidas por países pobres até o final do ano
    Lavrov: G20 reflete mundo multipolar e prova incapacidade do G7
    Tags:
    mudanças climáticas, COVID-19, relações internacionais, diplomacia, Cúpula do G7, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar