22:19 24 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    041
    Nos siga no

    A alardeada dieta mediterrânea e a gastronomia francesa vão receber em breve novos competidores: agência europeia aprova larva-da-farinha como alimento seguro para consumo humano.

    A larva do Tenebrio molitor, popularmente conhecida como larva-da-farinha, é o primeiro inseto a ser aprovado como "novo alimento", seguro para consumo humano, anunciou na quarta-feira (13) a Autoridade Europeia para a Segurança Alimentar (EFSA, na sigla em inglês).

    O parecer da agência, que tem sede em Parma, na Itália, pode levar à aprovação em toda a União Europeia (EU) das minhocas da empresa francesa Micronutris, que espera a aprovação de uma licença, informa a agência Associated Press. Insetos e vermes são vistos como alternativas aos setores de alimentos com alta emissão de dióxido de carbono (CO2), como a carne bovina.

    Pecuária brasileira.
    © Foto / Fotos Públicas / FMVZ / USP
    Pecuária brasileira.

    Os pesquisadores da EFSA afirmaram que as larvas-da-farinha, comidas inteiras ou em pó, são um lanche rico em proteínas e pode ser utilizado como ingrediente para outros alimentos. A agência ressaltou, todavia, que a larva pode causar reações alérgicas, principalmente dependendo do tipo de alimento dado aos insetos.

    Com a decisão, EU se junta à Organização das Nações Unidas (ONU), que desde 2013 defende a ingestão de certos insetos como um alimento com baixo teor de gordura e alto teor de proteína para pessoas, animais de estimação e gado, e que a iniciativa é boa para o meio ambiente e ajuda a alimentar os famintos.

    Mais:

    Darwin tinha razão: cientistas descobrem por que alguns insetos perderam a capacidade de voar
    Cientistas afirmam que resolveram 'um dos enigmas mais persistentes na evolução dos insetos'
    Método inovador que 'engana' mosquitos é criado para combater doenças transmitidas por insetos
    Duas empresas construirão a maior fazenda de produção de proteína à base de insetos nos EUA
    Tags:
    verme, insetos, comida, proteínas, União Europeia, União Europeia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar