03:27 23 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    Coronavírus no mundo em meados de janeiro de 2021 (81)
    0 30
    Nos siga no

    Portugal entra em regime de lockdown a partir desta sexta-feira (15). O parlamento decretou na noite de hoje (13) confinamento parcial obrigatório para tentar conter o aumento no número de mortes e novos casos da COVID-19 no país.

    O governo de Portugal diz que as medidas ficarão em vigor até o dia 30 de janeiro, podendo ser ampliadas se houver necessidade. De acordo com as determinações, a circulação nas vias públicas só será permitida nos seguintes casos: buscar cuidados de saúde; dar apoio a terceiros, como a pessoas idosas; e deslocamentos para estabelecimentos de ensino e locais de trabalho, quando não houver possibilidade de adoção do regime de atividade remota.

    ​Portugal enfatizou em um comunicado à imprensa que a circulação será permitida durante as eleições presidenciais marcadas para 24 de janeiro. Quem optar pelo voto antecipado, terá liberdade para ir ao local de votação a partir do próximo dia 17.

    Sobre as restrições para o comércio português, permanecerão abertos farmácias e supermercados. Cafés e restaurantes poderão funcionar caso o cliente vá até o estabelecimento retirar sua refeição, ou por entregas em domicílio.

    ​Os tribunais também vão continuar abertos, e os atendimentos com marcação nas repartições públicas vão ser mantidos. Já os serviços religiosos não sofrerão qualquer restrição. Em um tema polêmico, o governo decidiu manter abertos todos os estabelecimentos de ensino. 

    Números da COVID-19 em Portugal

    Segundo dados do governo de Portugal, nas últimas 24 horas morreram mais 156 pessoas vítimas da COVID-19. O total de vítimas fatais subiu para 8.236. Também há mais 10.556 novos casos confirmados de pessoas infectadas. Dos 4.240 doentes internados, 596 estão nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

    Uma pessoa usando máscara durante a pandemia do coronavírus (COVID-19) no centro de Lisboa, Portugal
    PEDRO NUNES
    Uma pessoa usando máscara durante a pandemia do coronavírus (COVID-19) no centro de Lisboa, Portugal

    Tema:
    Coronavírus no mundo em meados de janeiro de 2021 (81)

    Mais:

    Auxiliar de enfermagem brasileira está entre primeiras pessoas vacinadas contra COVID-19 em Portugal
    Presidente de Portugal testa negativo 1 dia após testar positivo para COVID-19
    'Ele pegou a arma, e pensei que ia morrer', diz brasileira vítima de violência doméstica em Portugal
    Tags:
    Instituto Nacional de Emergência Médica de Portugal, novo coronavírus, mortes, lockdown, Portugal, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar