07:51 17 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    COVID-19 no mundo no início de janeiro de 2021 (74)
    0 42
    Nos siga no

    O prefeito de Londres, Sadiq Khan, declarou estado de emergência na capital britânica nesta sexta-feira (8), dizendo que os hospitais da cidade podem ficar lotados se as pessoas não ficarem em casa.

    "Hoje declarei estado de emergência em Londres porque a ameaça que este vírus representa para nossa cidade está em um ponto crítico. Um em cada 30 londrinos agora tem COVID-19. Se não tomarmos medidas imediatas, nosso NHS (Serviço Nacional de Saúde) pode ficar sobrecarregado e mais pessoas morrerão", declarou Khan.

    O prefeito de Londres alertou que o número de leitos hospitalares acabará nas próximas semanas, a menos que medidas urgentes sejam tomadas para impedir drasticamente a propagação da doença.

    Sadiq Khan, prefeito de Londres, capital do Reino Unido (Arquivo)
    © REUTERS / Neil Hall
    Sadiq Khan, prefeito de Londres, capital do Reino Unido (Arquivo)

    O número de casos de COVID-19 em Londres é agora superior a 1.000 para cada 100.000 pessoas. Entre 30 de dezembro de 2020 e 6 de janeiro deste ano, o número total de pacientes hospitalares na capital aumentou 27%. Nos últimos três dias, houve 477 mortes de pacientes com teste positivo para o vírus.

    O número de hospitalizados é 35% maior do que durante o pico da pandemia em abril do ano passado, e há temores de que as internações continuem aumentando.

    "Os londrinos continuam a fazer enormes sacrifícios e hoje estou implorando para que fiquem em casa, e somente saiam caso seja absolutamente necessário", finalizou Khan.
    Tema:
    COVID-19 no mundo no início de janeiro de 2021 (74)

    Mais:

    Embaixador da Alemanha acusa Londres de egoísmo por palavras sobre vacina contra COVID-19
    China promete defender soberania enquanto Londres pretende enviar porta-aviões a região disputada
    Tribunal de Londres nega liberar Assange sob fiança
    Tags:
    novo coronavírus, pandemia, COVID-19, Londres, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar