23:04 16 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    COVID-19 no mundo no início de janeiro de 2021 (75)
    160
    Nos siga no

    Na quarta-feira (6), o Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo) e as autoridades da Sérvia acordaram o fornecimento de dois milhões de doses da vacina Sputnik V.

    O RFPI acordou com as autoridades sérvias a entrega de dois milhões de doses da vacina russa contra o novo coronavírus, segundo o comunicado de imprensa.

    "O Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, fundo de riqueza soberana da Rússia) e o governo da Sérvia anunciam o acordo de fornecimento ao país de dois milhões de doses da Sputnik V, a primeira vacina registrada no mundo contra o coronavírus", de acordo com o comunicado de imprensa.

    O primeiro lote da vacina russa chegou à Sérvia em 30 de dezembro de 2020. O uso da vacina foi aprovado sem realização de ensaios clínicos adicionais no país.

    O acordo entre RFPI e autoridades sérvias permite realizar a vacinação de um milhão de pessoas, dado que é preciso fazer duas injeções da vacina.

    "As entregas da Sputnik V permitirão à Sérvia diversificar a escolha de vacinas contra o coronavírus. A vacina para ser entregue à Sérvia será produzida pelos parceiros internacionais do RFPI na Índia, China, Coreia do Sul e outros países", afirmaram os desenvolvedores da vacina.

    Na quarta-feira (6), o ministro do Interior, Aleksandar Vulin, e o presidente do Parlamento, Ivica Dacic, foram vacinados. De acordo com Dacic, os membros do parlamento escolhem vacinas diferentes para apoiar a vacinação.

    "A Rússia e Sérvia têm uma parceria antiga e apoiamos a decisão do governo do país de usar a vacina Sputnik V para a luta contra o coronavírus", disse o diretor-geral do RFPI, Kirill Dmitriev.

    A vacinação começou na Sérvia em 24 de dezembro com a vacina Pfizer/BioNTech, da qual as primeiras 4.875 doses tinham chegado ao país. Para janeiro são planejadas entregas de lotes maiores.

    Tema:
    COVID-19 no mundo no início de janeiro de 2021 (75)

    Mais:

    Vacinas de Oxford/AstraZeneca importadas da Índia vão custar R$ 59,4 milhões à Fiocruz
    Argentina relata reação adversa à vacina Sputnik V em 1% dos cidadãos inoculados
    Colômbia autoriza uso emergencial da vacina da Pfizer contra COVID-19 (VÍDEO)
    Fundo russo diz que segue trabalhando com Hungria para aprovação da Sputnik V
    Tags:
    vacina, pandemia, Sputnik V, Sérvia, Rússia, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar