20:49 09 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    Mundo enfrenta coronavírus no final de dezembro (111)
    0 30
    Nos siga no

    A Comissão Europeia autorizou nesta segunda-feira (21) o uso emergencial da vacina contra a COVID-19, desenvolvida pela Pfizer e BioNTech.

    O comunicado da Comissão Europeia afirma que a aprovação do medicamento foi baseada em recomendações de vacinas positivas da Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês), que realizou um estudo abrangente sobre a segurança e eficácia do medicamento.

    "A Comissão Europeia concedeu hoje uma autorização de comercialização condicional para a vacina contra a COVID-19 desenvolvida pela BioNTech e Pfizer, a primeira vacina aprovada para uso na União Europeia", diz a nota.

    Além disso, segundo o comunicado, a decisão foi certificada pelos estados membros da União Europeia.

    A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, qualificou a decisão de hoje da Comissão Europeia como "uma etapa importante na história do sucesso europeu".

    "Tomamos a decisão de disponibilizar a primeira vacina contra o coronavírus aos cidadãos da União Europeia. Concedemos a aprovação condicional para comercializar a vacina Pfizer/BioNTech", disse ela.

    ​"Ela [a vacina] estará disponível em todos os países da União Europeia ao mesmo tempo, nas mesmas condições", completou Ursula von der Leyen.

    Tema:
    Mundo enfrenta coronavírus no final de dezembro (111)

    Mais:

    Mais de 20 países restringem voos para Reino Unido devido à nova cepa mais contagiosa da COVID-19
    COVID-19: iniciam testes clínicos de vacina conjunta do Centro Gamaleya e da AstraZeneca
    Alemanha suspende voos do Reino Unido e África do Sul devido à mutação da COVID-19
    Seul proíbe reuniões de mais de 4 pessoas devido ao aumento de mortes por COVID-19
    Tags:
    novo coronavírus, COVID-19, Pfizer, vacina, Comissão Europeia, União Europeia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar