22:10 10 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    Pandemia de COVID-19 no mundo no início de dezembro (93)
    0 20
    Nos siga no

    A indústria do turismo na França perdeu cerca de 60 bilhões de euros (cerca de R$ 370 bilhões) devido à pandemia da COVID-19 e às restrições correlatas, disse o secretário de Estado francês para o Turismo, Jean-Baptiste Lemoyne.

    De acordo com Lemoyne, em entrevista publicada pelo jornal Le Figaro, o cancelamento do Paris Air Show de 2021, esperado para junho, um dos maiores eventos de aeronaves e espaçonaves do mundo, afetará, em particular, o turismo de negócios na França. Os organizadores anunciaram, na segunda-feira (7), o cancelamento do evento devido às restrições impostas em meio à pandemia da COVID-19.

    "No que diz respeito a toda a indústria do turismo, não apenas ao turismo de negócios [...] as perdas até agora atingiram [aproximadamente] 60 bilhões de euros [cerca de R$ 370 bilhões]. Isso significa que 30-40% da receita desapareceu", disse Lemoyne.

    A França impôs seu primeiro lockdown entre março e maio deste ano, o que impactou duramente a segunda maior economia da zona do euro. Já o segundo bloqueio entrou em vigor no dia 30 de outubro após o país ser atingido por uma segunda onda do novo coronavírus.

    Testagem para coronavírus em farmácia em Antibes, na França
    © REUTERS / Eric Gaillard
    Testagem para coronavírus em farmácia em Antibes, na França

    Em 28 de novembro, algumas restrições foram suavizadas, permitindo a abertura de lojas de roupas, livrarias, salões de beleza e cabeleireiros. As autoridades planejam suspender o bloqueio nacional a partir de 15 de dezembro, dado que a média diária de novas infecções caiu para menos de cinco mil.

    Segundos os dados da Universidade Johns Hopkins, a França registrou até agora 2.349.158 casos da COVID-19 e 55.613 mortes causadas pela doença.

    Tema:
    Pandemia de COVID-19 no mundo no início de dezembro (93)

    Mais:

    França registra mais de 45 mil novos casos de COVID-19 em 24 horas
    Governo francês colocará região de Paris em 'alerta máximo' contra COVID-19
    Mesmo com lockdown, França registra recorde de novos casos de COVID-19
    Tags:
    COVID-19, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar