14:12 18 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    0 21
    Nos siga no

    Os resultados das negociações devem ser submetidos aos procedimentos internos de ambas as partes e adotados formalmente em um comitê conjunto antes do fim do ano.

    O representante do governo do Reino Unido, Michael Gove, anunciou que se chegou a um princípio de acordo sobre o Brexit entre Reino Unido e União Europeia após a reunião com o vice-presidente da Comissão Europeia, Maros Sefcovic. O anúncio significa que o governo britânico vai retirar as cláusulas polêmicas do projeto de lei do mercado interno que afetavam a Irlanda do Norte.

    Segundo um comunicado do Escritório do Gabinete, foi alcançado um princípio de acordo em várias áreas, entre as que se destacam: os postos de controle fronteiriço, declarações de exportação, fornecimento de medicamentos, fornecimento de carnes refrigeradas e outros produtos alimentícios aos supermercados e uma clarificação sobre a aplicação de subsídios sob os termos do Protocolo.

    ​Contente por anunciar o acordo de princípio em todas as questões no Comitê Conjunto do Acordo de Retirada Reino Unido–União Europeia. Obrigado, Maros Sefcovic e sua equipe, pela abordagem pragmática e construtiva.

    Vou informar o Parlamento amanhã.

    Além disso, também se informou que as partes chegaram a um acordo-base sobre as decisões que o Comitê Conjunto deve tomar antes de 1º de janeiro de 2021 nas seguintes áreas:

    • As disposições práticas relativas à presença da União Europeia na Irlanda do Norte quando as autoridades do Reino Unido apliquem controles em virtude do Protocolo.
    • Determinar os critérios para que as mercadorias sejam consideradas "sem risco" de entrar na União Europeia quando se transfiram da Grã-Bretanha para a Irlanda do Norte.
    • A exclusão de subvenções agrícolas e pesqueiras das normas sobre ajudas estatais.
    • A finalização da lista de presidentes do painel de arbitragem para o mecanismo de solução de controvérsias para que se possa começar a operar a partir do próximo ano.

    A notícia chega depois de um inacabável fim de semana de negociações que se alongou até esta terça-feira (8) e que envolveu interlocutores como o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

    "Vamos continuar a seguir isto de perto e garantir que provisões de contenção são efetivamente retiradas", disse Sefcovic em uma coletiva de imprensa.

    O vice-presidente acrescentou que questões em aberto sobre um possível acordo comercial serão abordadas por Boris Johnson e Ursula von der Leyen.

    Até hoje, se contemplava a possibilidade de que o dia 1º de janeiro chegaria sem um acordo sobre o Brexit.

    Mais:

    França, Alemanha e Reino Unido repreendem Irã após anúncio de novas centrífugas nucleares em Natanz
    China ultrapassa EUA e torna-se principal parceira comercial da União Europeia
    Novidades no Brexit: Reino Unido assina acordo comercial provisório com Canadá
    Tags:
    acordo comercial, economia, Brexit, diplomacia, União Europeia, Europa, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar