15:48 15 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    Pandemia de COVID-19 no mundo no início de dezembro (93)
    0 51
    Nos siga no

    Os portugueses vão poder viajar entre os municípios do país durante o feriado de Natal com certas limitações, mas o período de viagens será encerrado na véspera de Ano Novo e depois, declarou neste sábado (5) o primeiro-ministro português António Costa.

    Na sexta-feira (4), o Parlamento de Portugal votou pela prorrogação do estado de emergência no país - em vigor desde 9 de novembro em função da segunda onda da pandemia do novo coronavírus - até 23 de dezembro, com a perspectiva de aprovar outra prorrogação de 15 dias até 7 de janeiro.

    Ao anunciar as regras para os feriados de Natal e Ano Novo durante coletiva de imprensa, o premiê português disse que "as celebrações e reuniões públicas em locais públicos de grupos com mais de seis pessoas serão proibidas". Costa também pediu às famílias que planejam se reunir para os feriados para que tenham consciência dos riscos e pediu para que evitem ficar sem máscaras por muito tempo.

    Donos de bares e restaurantes em Portugal fazem greve de fome contra as medidas imposta para combate à pandemia de COVID-19, no dia 1º de dezembro de 2020.
    © REUTERS / Pedro Nunes
    Donos de bares e restaurantes em Portugal fazem greve de fome contra as medidas imposta para combate à pandemia de COVID-19

    O feriado de Natal em Portugal será entre 23 e 26 de dezembro. De acordo com o primeiro-ministro português, os cidadãos poderão viajar entre os municípios do país, mas apenas os viajantes poderão ficar nas ruas durante a noite de 24 de dezembro.

    Na noite de Natal de 25 de dezembro, um toque de recolher entrará em vigor às 2h00 (23h00 no horário de Brasília) para o público e à 01h00 (22h00 no horário de Brasília) para restaurantes. Em 26 de dezembro, o toque de recolher público começará às 23h00 (20h00 no horário de Brasília) e o dos restaurantes às 15h00 (12h00 no horário de Brasília).

    A comerciante Lucília Silva ficou mais de dois meses com a loja de portas fechadas por causa da pandemia
    © Sputnik / Caroline Ribeiro
    A comerciante Lucília Silva ficou mais de dois meses com a loja de portas fechadas por causa da pandemia

    Já no feriado de Ano Novo, entre 31 de dezembro e 4 de janeiro, as viagens entre os municípios de Portugal serão proibidas, disse Costa. Festas ao ar livre também serão proibidas devido ao toque de recolher a partir da 01h00 (22h00 no horário de Brasília) do dia 1º de janeiro, tanto para o público quanto para restaurantes. O toque de recolher do dia seguinte entrará em vigor a partir das 23h00 (20h00 no horário de Brasília) para o público e às 15h00 (12h00 no horário de Brasília) para restaurantes.

    Portugal tem um toque de recolher especial aos finais de semana que vigora entre 13h00 (10h00 no horário de Brasília) e 05h00 (02h00 no horário de Brasília) em áreas com altas taxas de infecção, bem como um toque de recolher geral em todo o país entre 23h00 (20h00 no horário de Brasília) e 05h00 (02h00 no horário de Brasília).

    Segundo os dados da Universidade Jonhs Hopkins, Portugal tem até agora 318.640 casos registrados de COVID-19 e 4.876 mortes causadas pela doença.

    Tema:
    Pandemia de COVID-19 no mundo no início de dezembro (93)

    Mais:

    Eleições presidenciais em Portugal ocorrerão em 24 de janeiro
    Hacker suspeito de invadir o sistema do TSE no Brasil é preso em Portugal
    Graça Freitas, diretora-geral da Saúde de Portugal, testa positivo para COVID-19
    Tags:
    COVID-19, António Costa, Natal, Portugal
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar