01:54 17 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    COVID-19 no mundo no fim de novembro (67)
    273
    Nos siga no

    Embora a Europa ainda tenha a maior parcela de cardeais eleitores, com 41%, número está em queda desde 2013, quando Francisco foi eleito papa.

    O papa Francisco nomeou neste sábado (28) 13 novos cardeais, incluindo o primeiro afro-americano a ocupar o alto escalão da igreja católica. Wilton Gregory, o arcebispo de 72 anos de Washington, D.C, tornou-se o primeiro cardeal afro-americano.

    As informações foram confirmadas pela Reuters.

    Gregory ganhou as manchetes em junho, quando fez criticas à visita do presidente Donald Trump a um santuário católico em Washington. O episódio aconteceu durante as manifestações do Black Lives Matter nos EUA.

    Wilton D. Gregory ao ser nomeado cardeal pelo Papa Francisco, durante uma cerimônia consistório na Basílica de São Pedro no Vaticano, 28 de novembro
    © REUTERS / Fabio Frustaci
    Wilton D. Gregory ao ser nomeado cardeal pelo Papa Francisco, durante uma cerimônia consistório na Basílica de São Pedro no Vaticano, 28 de novembro
    Na ocasião, Trump foi ao santuário logo após a polícia ter usado gás lacrimogêneo e balas de borracha para afastar os manifestantes. Em seguida, o presidente dos EUA foi fotografado em frente a uma igreja histórica de Washington segurando uma bíblia.

    Gregory disse na época que achou "desconcertante e repreensível que qualquer instalação católica se permitisse ser tão mal utilizada e manipulada".

    Cerimônia no Vaticano

    Os cardeais foram apresentados em uma cerimônia conhecida como consistório, que foi consideravelmente reduzida por causa da pandemia de COVID-19.

    Em função disso, apenas dez convidados por cardeal foram permitidos na Basílica de São Pedro.

    Entre os escolhidos pelo papa Francisco, nove dos 13 têm menos de 80 anos e são elegíveis, de acordo com a lei da Igreja, para entrar em um conclave para escolher o próximo papa depois que Francisco morrer ou renunciar.

    Papa Francisco lidera a Santa Missa diária no Vaticano, 27 de fevereiro de 2020
    © Foto / Vatican Media
    Papa Francisco lidera Santa Missa diária no Vaticano
    Este foi o sétimo consistório de Francisco desde sua eleição em 2013. Ele já nomeou 57% dos 128 cardeais. No consistório deste sábado (28), Brunei e Ruanda conquistaram seus primeiros cardeais.

    A cada consistório, Francisco aumenta as chances de que seu sucessor seja outro não europeu. Os novos cardeais são da Itália, Malta, Ruanda, Estados Unidos, Filipinas, Chile, Brunei e México.

    Tema:
    COVID-19 no mundo no fim de novembro (67)

    Mais:

    Papa Francisco pede apoio a idosos isolados pela pandemia: 'Não os deixem sozinhos'
    'Ricos não devem ter prioridade para vacina contra COVID-19', alerta Papa Francisco
    Vaticano pede ao Instagram para investigar 'curtida' do Papa em modelo brasileira
    Tags:
    Papa Francisco, Vaticano, cardeal, negros, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar