16:19 15 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    194
    Nos siga no

    Depois do caso da Crypto AG, foi divulgada nesta sexta-feira (27) a descoberta de mais uma empresa suíça de criptografia com vínculos com os serviços secretos dos Estados Unidos e da Alemanha.

    A Omnisec AG vendia equipamentos de comunicação secreta propositalmente corrompidos, conforme revelou nesta sexta-feira (27) a SRF, canal de TV público da Suíça.

    Segundo a reportagem, a empresa, que faliu há dois anos, vendia material de criptografia de voz, fax e dados para governos do mundo inteiro. Assim como acontecia com a Crypto AG, os produtos da Omnisec AG permitiam que a Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos, a CIA, e o Serviço Federal de Inteligência (BND) da Alemanha tivessem acesso a mensagens que seus clientes consideravam seguras.

    De acordo com a SRF, a Omnisec AG também vendeu dispositivos para agências federais suíças, para o maior banco do país e para outras empresas privadas da Suíça.

    "Como pode um caso desse acontecer em um país que se diz neutro como a Suíça?", indagou um dos diretores do Partido Socialista da Suíça, Cedric Wermuth, de acordo com a SRF.
    Fragata Independência da Marinha do Brasil durante exercício.
    © Foto / Divulgação/Marinha do Brasil
    Fragata Independência da Marinha do Brasil durante exercício.

    No ultimo domingo (22), o jornal O Globo noticiou que o Itamaraty, o Exército e a Marinha do Brasil compraram e utilizaram produtos da Crypto AG, empresa que serviu de ponto de espionagem para Estados Unidos e Alemanha de 1950 a 2018.

    Apesar de usar produtos da empresa, a Marinha do Brasil conta com outros elementos para assegurar a segurança na comunicação, como uma criptografia própria e uma rede interna de computadores.

    Mais:

    Autoridades da Armênia anunciam prisão de estrangeiros suspeitos de espionagem
    Espionagem privatizada: aviões civis realizariam reconhecimento para EUA na costa chinesa
    Espionagem: Marinha brasileira usou criptografia de empresa controlada pela CIA, diz jornal
    Tags:
    Suíça, criptografia, espionagem, CIA, Alemanha, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar