23:27 22 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    COVID-19 no mundo no fim de novembro (67)
    0 0 0
    Nos siga no

    O premiê do Reino Unido disse que o país enfrentará um inverno rigoroso, mas que as medidas tomadas para conter a disseminação do vírus impedirão que o Serviço Nacional de Saúde (NHS, sigla em inglês) fique sobrecarregado.

    "Agora temos razões para esperar que, até a primavera, os testes comunitários e as vacinas se combinem para acabar com esta era de restrições. Mas, para chegar lá, devemos primeiro passar por um inverno rigoroso, quando a carga em nosso sistema de saúde NHS e o clima frio favorecem o vírus", disse Boris Johnson em entrevista coletiva nesta quinta-feira (26).

    Johnson informou no dia 27 de março deste ano que tinha sido infectado pelo novo coronavírus. Ele foi isolado em um apartamento em Downing Street, sede do governo britânico.

    Premiê britânico Boris Johnson visita o Hospital Royal Berkshire no Reino Unido
    © REUTERS / Jeremy Selwyn
    Premiê britânico Boris Johnson visita o Hospital Royal Berkshire no Reino Unido

    Neste mês, ele voltou a fazer testes que acabaram dando negativo para COVID-19, mas por precaução permaneceu em isolamento, de acordo com as regras do governo.

    Tema:
    COVID-19 no mundo no fim de novembro (67)

    Mais:

    Reino Unido anuncia abertura de 2 novos 'megalabs' para testes de COVID-19
    Novidades no Brexit: Reino Unido assina acordo comercial provisório com Canadá
    Boris Johnson ameaça saída britânica da UE sem acordo se Bruxelas não mudar posição comercial
    Tags:
    Grã-Bretanha, Serviço Nacional de Saúde (NHS), vacina, novo coronavírus, COVID-19, Boris Johnson, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar