21:00 05 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    0 42
    Nos siga no

    Governo britânico afirma que a capacidade de conseguir acordos de livre comércio com países em diferentes partes do mundo é um dos principais benefícios de deixar a União Europeia.

    O Reino Unido assinou neste sábado (21) um pacto comercial provisório com o Canadá, escreve a AP. O contrato concede mais tempo ao governo britânico para negociar novos acordos comerciais enquanto o país se prepara para os desafios de uma economia fora da União Europeia (UE).

    O acordo temporário permite que as relações comerciais entre os dois países mantenham os termos do atual tratado do Canadá com a UE. Ele cobre 20 bilhões de libras (cerca de 142 bilhões de reais) em negócios entre os dois países.

    ​Ótimo para falar com Justin Trudeau, Mary Ng e Liz Truss hoje para garantir um acordo comercial fantástico para o Reino Unido. As empresas britânicas exportam de tudo, de carros elétricos a vinho espumante para o Canadá, e o acordo de hoje vai garantir que o comércio cresça cada vez mais.

    Enquanto isso, Canadá e Reino Unido retornam às negociações e começam a desenhar um novo pacto bilateral, segundo informações do primeiro-ministro Boris Johnson.

    Vale lembrar que o Canadá é o oitavo parceiro comercial mais importante do Reino Unido, sem contar a União Europeia.

    "Nossos negociadores têm trabalhado incansavelmente para conseguir acordos comerciais para o Reino Unido e concordamos que, a partir do início do próximo ano, começaremos a criar um novo pacto sob medida com o Canadá que atenderá ainda mais às necessidades de nossa economia", disse Johnson.

    O governo britânico indicou que a capacidade de conseguir acordos de livre comércio com países em diferentes partes do mundo é um dos principais benefícios de deixar a União Europeia.

    Boris Johnson acredita que vai conseguir melhores acordos com nações como os Estados Unidos e a Índia para compensar possíveis impactos negativos do corte dos laços com a UE, que no ano passado respondeu por 47% do comércio total do Reino Unido.

    O primeiro-ministro do Reino Unido aproveitou a ocasião para lembrar que já foram garantidos acordos comerciais pós-Brexit com 53 países.

    Manifestantes contra o Brexit ao lado do prédio do Parlamento em Londres
    © Sputnik / Justin Griffiths-Williams
    Manifestantes contra o Brexit ao lado do prédio do Parlamento em Londres

    Mais:

    Reino Unido anuncia abertura de 2 novos 'megalabs' para testes de COVID-19
    Reino Unido se torna o 5º país a superar 50 mil mortes de coronavírus
    Reino Unido aumentará gastos com Defesa em US$ 21,9 bilhões
    Tags:
    Canadá, acordo, Reino Unido, Inglaterra, Boris Johnson, brexit
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar