08:49 28 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    COVID-19 no mundo no fim de novembro (53)
    0 51
    Nos siga no

    Neste sábado (21), a chanceler alemã, Angela Merkel, pediu aos países do G20 que aumentem as contribuições financeiras para a iniciativa pela vacina contra a COVID-19 liderada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

    Ao fazer o apelo aos países integrantes do G20, a mandatária alemã ressaltou que a OMS ainda não tem o volume necessário de recursos para garantir que a vacina seja distribuída globalmente.

    "Para conter a pandemia, cada país precisa ter acesso e poder pagar a vacina. Os fundos prometidos até agora ainda não são suficientes para isso. Peço, portanto, a todos que apoiem essa importante iniciativa. Essa assistência de curto prazo é do interesse de todos nós", disse Merkel em mensagem gravada durante evento sobre preparação e resposta à pandemia, paralelo à cúpula do G20.
    Sede da Organização Mundial da Saúde (OMS) em Genebra, Suíça, 1 de Fevereiro de 2016
    © REUTERS / Denis Balibouse
    Sede da Organização Mundial da Saúde (OMS) em Genebra, Suíça

    Merkel também afirmou que é necessário garantir que o mundo esteja melhor preparado para situações de crises sanitárias graves como a da pandemia da COVID-19.

    "E também é do nosso interesse melhorar a preparação global para uma pandemia a longo prazo. Para este fim, precisamos fortalecer de forma sustentável a Organização Mundial da Saúde", afirmou Merkel.

    A chanceler acrescentou ainda que o mundo precisa de "melhor cooperação" e o G20 é capaz de fornecer apoio vital "nesta área". A pandemia da COVID-19 e a crise econômica deflagrada pela doença estão entre os principais temas da agenda da cúpula do G20, que teve início neste sábado (21).

    Voluntária toma a vacina Sputnik V durante testes clínicos pós-registro do medicamento em Moscou
    © Sputnik / Vladimir Pesnya
    Voluntária toma a vacina Sputnik V durante testes clínicos pós-registro do medicamento em Moscou

    Conforme apontam os dados da Universidade Johns Hopkins, foram registrados até agora, em todo o mundo, quase 58 milhões de casos da COVID-19, além de cerca de 1,37 milhão de mortes causadas pela doença.

    Tema:
    COVID-19 no mundo no fim de novembro (53)

    Mais:

    'Não voltamos para a idade da pedra', diz ministro saudita na abertura da conferência do G20
    Putin no G20: é preciso que abandonemos protecionismo econômico e prática de imposição de sanções
    'Enxergo todos com as mesmas cores: verde e amarelo', diz Bolsonaro em cúpula do G20
    Tags:
    COVID-19, G20, Alemanha, Angela Merkel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar