01:09 24 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    0 21
    Nos siga no

    Autoridades de saúde da Holanda ordenaram o abate de 48 mil galinhas nesta terça-feira (10), por conta de um surto de gripe aviária.

    O surto do vírus H5N8, descrito pela agência Reuters como "altamente patogênico", foi descoberto em uma fazenda na província de Groningen, no norte holandês.

    O surto de gripe aviária na Holanda chega uma semana após o país anunciar a contaminação de doninhas com o coronavírus. Na Dinamarca, 1 milhão de indivíduos da espécie, também conhecida como vison, foram sacrificados como medida de precaução.

    Vison
    © CC BY 2.0 / Abujoy / Um vison europeu (Mustela lutreola) no zoológico de Osnabrück.
    Vison europeu

    Em contraponto ao surto de gripe aviária, a Holanda registrou uma queda significativa nos novos casos de COVID-19. Depois de chegar ao recorde de 11.119 registros no dia 30 de outubro, o número de novos casos no país caiu para 4.680 nesta segunda-feira (9).

    Segundo o Instituto Nacional de Saúde da Holanda, a queda reflete a eficácia do segundo lockdown no país, que teve início no começo do mês de novembro.

    Mais:

    Governo de Wuhan proíbe consumo e comércio de animais silvestres
    Tráfico internacional de animais silvestres: muito além da 'naja de Brasília' (FOTOS)
    'Estamos todos revoltados, preocupados e zangados': mistério de abate de cavalos na França continua
    Tags:
    COVID-19, novo coronavírus, Gripe Aviária, Holanda, galinha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar