04:43 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    1132
    Nos siga no

    Dois "navios espiões" russos têm operado perto da Base Lossiemouth da Força Aérea Real britânica (RAF, na sigla em inglês) na costa escocesa, aponta portal Naval News.

    O Reino Unido parece estar preocupado com o suposto aparecimento de dois navios de reconhecimento russos da classe Vishnya do projeto 864.

    De acordo com a imprensa, os navios foram localizados na área de Morey Firth, no nordeste da costa da Escócia.

    Segundo uma imagem de satélite, os navios russos estavam em águas internacionais a cerca de 23 milhas náuticas (42,6 km) da costa escocesa e 34 milhas (62,9 km) da base Lossiemouth da Força Aérea Real britânica.

    ​Navios de guerra da Marinha russa navegam atualmente perto da base Lossiemouth, na (costa da) Escócia.

    Acredita-se que os navios estavam supostamente monitorando a base aérea – o principal local de baseamento das aeronaves antissubmarino e de reconhecimento P-8A Poseidon usadas para rastrear submarinos russos.

    A mídia britânica relata ainda que, além dos dois navios de guerra, um navio-tanque Sergei Osipov, que fornece combustível às embarcações de reconhecimento, estava na mesma zona.

    Navios da classe Vishnya (Cereja) correspondem a embarcações de reconhecimento construídas para a Marinha da União Soviética na década de 1980. No total, Rússia tem sete navios desta classe.

    Mais:

    Rússia testa com êxito novas armas para sua defesa antimíssil e contra submarinos
    EUA apostam em novo drone 'caçador de submarinos' para conter Rússia e China, diz mídia
    Orgulho da Marinha russa: NI nomeia 5 submarinos mais impressionantes da Rússia
    Tags:
    Reino Unido, Força Aérea Real, Marinha da Rússia, reconhecimento, inteligência militar
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar