03:09 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    141
    Nos siga no

    A França optou por intensificar drasticamente o controle de suas fronteiras no seio do espaço Schengen da União Europeia, anunciou Emmanuel Macron.

    Emmanuel Macron, presidente da França, anunciou nesta quinta-feira (5) que vai dobrar o efetivo das forças de segurança nas fronteiras francesas, que vai passar a contar com 4.800 homens e mulheres.

    Além disso, o chefe de Estado afirmou que vai propor aos demais Estados-membros uma reforma profunda do espaço Schengen de livre circulação europeu.

    "Nós decidimos intensificar drasticamente nosso controle nas fronteiras no seio do espaço Schengen", disse ele em passagem por Perthus, na fronteira com a Espanha.

    Nas últimas semanas, desde o assassinato do professor Samuel Paty por apresentar em sala de aula uma caricatura do profeta mulçumano Maomé, a França tem sofrido uma série de ataques terroristas em seu território.

    O presidente da França Emmanuel Macron durante reunião do Parlamento Europeu.
    © REUTERS / Olivier Hoslet
    O presidente da França Emmanuel Macron durante reunião do Parlamento Europeu.

    Anteriormente, o mandatário do país europeu descreveu a sequência de ataques como um "ataque à República", prometendo aumentar os efetivos de segurança em repartições públicas e instituições religiosas.

    Mais:

    França e Turquia: amarga disputa de hoje e aliança de ontem
    Mesmo com lockdown, França registra recorde de novos casos de COVID-19
    Chefe da polícia de Nice revela detalhes sobre neutralização de autor de ataque
    Tags:
    Espaço Schengen, Emmanuel Macron, União Europeia, terrorismo, fronteira, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar