04:50 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    Coronavírus no mundo no fim de outubro (54)
    261
    Nos siga no

    A França informou neste sábado (24) que 45.422 novos casos do novo coronavírus foram registrados nas últimas 24 horas, um novo recorde no país, superando os 42.032 diagnósticos de sexta-feira (23).

    Segundo o Ministério da Saúde francês, 138 pessoas morreram por problemas decorrentes da infecção de coronavírus no último dia, totalizando 34.645 vítimas.

    O número total de casos confirmados subiu para 1.086.497, após ultrapassar a marca de um milhão pela primeira vez esta semana. 

    O ministério também informou que 16% de todos os testes realizados para a detecção do novo coronavírus foram positivos, o que representa um novo aumento e mais que o dobro do nível registrado há um mês.

    Além disso, 1.667 novos pacientes COVID-19 foram hospitalizados nas últimas 24 horas, elevando o número total de internações no país para 15.637. 

    Agente de saúde realiza teste para COVID-19 em habitante de Paris, França, 2 outubro de 2020
    © REUTERS / Christian Hartmann
    Agente de saúde realiza teste para COVID-19 em habitante de Paris, França, 2 outubro de 2020

    Em sua tentativa de frear a expansão do coronavírus, o governo francês decidiu ampliar o toque de recolher noturno para 54 departamentos do país, e também na Polinésia, o que significa que dois em cada três franceses terão que se submeter à medida. 

    De acordo com o mapa elaborado pela universidade norte-americana Johns Hopkins, a França já é o quinto país em números de casos de COVID-19 no mundo, atrás apenas de EUA, Índia, Brasil e Rússia.

    Tema:
    Coronavírus no mundo no fim de outubro (54)

    Mais:

    Espanha se torna o 1º país da UE a superar 1 milhão de casos de COVID-19
    COVID-19 na Alemanha está pior que no início da pandemia, diz Merkel
    Professor britânico-libanês do Imperial College e a COVID-19: conclusões sobre a Sputnik V
    Tags:
    novo coronavírus, pandemia, França, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar