02:00 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    Mundo enfrenta COVID-19 em meados de outubro (78)
    111
    Nos siga no

    A Espanha é a primeira nação da União Europeia (UE) a ultrapassar um milhão de casos do novo coronavírus, informou hoje (21) o governo, que está avaliando a imposição de novas restrições para conter o avanço da doença.

    O país notificou 16.973 novos casos de COVID-19 nas últimas 24 horas, informou nesta quarta-feira (21) o Ministério da Saúde espanhol, o que eleva o total de diagnósticos para 1.005.295 desde o primeiro registro da doença no país, em 31 de janeiro, na ilha de La Gomera, no arquipélago das Canárias.

    Desse total, 34.366 pessoas perderam a vida, depois que 156 novas mortes foram registradas nas últimas 24 horas. 

    Atualização dos dados de COVID-19 na Espanha

    A Espanha, que tem um total de 47 milhões de habitantes, é agora o sexto país no mundo a ultrapassar a linha de um milhão de casos, depois de Estados Unidos, Índia, Brasil, Rússia e Argentina, de acordo com o mapa elaborado pela universidade norte-americana Johns Hopkins. 

    A nova onda de contágio, no entanto, vem sendo menos letal que a registrada em março e abril, quando a média diária de óbitos era superior a 800, pois a idade média dos novos infectados diminuiu. 

    Os profissionais de saúde, por sua vez, já alertaram que a nova onda pode sobrecarregar os hospitais e o sistema de saúde do país. O ministro da Saúde, Salvador Illa, disse ontem (20) que o governo está considerando implementar novas medidas, como o toque de recolher durante a noite, algo que já foi colocado em prática em outros países da região, como Bélgica e França. 

    "Teremos semanas difíceis pela frente, o inverno está chegando e a segunda onda não é mais uma ameaça, mas uma realidade na Europa", disse o ministro em uma coletiva de imprensa, na qual acrescentou que o governo "está aberto a tudo" para conter o vírus.
    Tema:
    Mundo enfrenta COVID-19 em meados de outubro (78)

    Mais:

    COVID-19 pode nunca desaparecer, adverte principal assessor científico britânico
    Recuperação de COVID-19 pode durar até meio ano, revela infectologista
    Pela 1ª vez desde maio, Nova York registra mais de 2 mil casos de COVID-19
    Tags:
    Europa, União Europeia, pandemia, Espanha, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar