20:31 28 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    103
    Nos siga no

    O correspondente da Sputnik em Minsk Sergei Popov foi detido por forças de segurança bielorrussas enquanto estava cobrindo um novo protesto não autorizado neste domingo (11) na capital do país.

    No momento da detenção Popov se encontrava perto do hotel Planeta, tendo sido posteriormente levado para outro distrito da cidade. Mais tarde o jornalista da Sputnik foi libertado pela polícia.

    Hoje em Minsk, na capital da Bielorrússia está decorrendo uma manifestação de opositores do presidente Aleksandr Lukashenko denominada de "Passeata de Orgulho".

    O serviço russo da Rádio Sputnik informou hoje que na capital bielorrussa começaram detenções tanto de manifestantes como de jornalistas.

    As autoridades salientaram que não usam gás lacrimogêneo ou outros meios similares durante a manutenção da ordem pública.

    Após o anúncio dos resultados preliminares em 9 de agosto que apontavam para a vitória de Lukashenko, apoiadores da oposição do país saíram às ruas de diferentes cidades bielorrussas para protestar.

    Entretanto, a oposição do país, liderada pela então candidata à presidência Svetlana Tikhanovskaya, exigiu a mudança de governo na Bielorrússia.

    Os protestos se prolongaram na Bielorrússia, enquanto Lukashenko acusou os EUA e países europeus de estarem por trás das manifestações.

    Mais:

    ONU: chanceler acusa Ocidente de tentar levar caos e anarquia à Bielorrússia
    'Não reconhecemos a eleição de Lukashenko como presidente' da Bielorrússia, diz Merkel
    Rússia declara opositora bielorrussa Svetlana Tikhanovskaya procurada pela Justiça
    Tags:
    Sputnik, jornalistas, detenções, protestos, manifestações, Alexander Lukashenko, Bielorrússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar