05:55 25 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    0 24
    Nos siga no

    O porta-voz do Ministério da Defesa da Armênia, Artsrun Hovhannisyan, disse nesta terça-feira (29) que o Azerbaijão estava planejando um ataque aéreo a uma ferrovia no leste do país, mas errou por algumas centenas de metros.

    Durante uma transmissão no site oficial do Centro de Informações de Crise da Armênia no início do dia, Hovhannisyan reproduziu um vídeo mostrando uma grande cratera feita por um drone armado perto do assentamento de Norakert na região de Gegharkunik.

    "Uma ferrovia passa perto do assentamento de Norakert, mas eles erraram por cerca de centenas de metros", disse Hovhannisyan.

    No domingo (27), Erevan e Baku se acusaram mutuamente de provocações militares na região de Nagorno-Karabakh. O Azerbaijão anunciou que as Forças Armadas da Armênia bombardearam assentamentos na área enquanto o Ministério da Defesa da Armênia, afirmou que Nagorno-Karabakh "foi submetida a ataques aéreos e com mísseis".

    Soldado da Armênia dispara equipamento de artilharia durante conflito em Nagorno-Karabakh
    © REUTERS / Ministério da Defesa da Armênia
    Soldado da Armênia dispara equipamento de artilharia durante conflito em Nagorno-Karabakh

    No mesmo dia, Nagorno-Karabakh e Armênia declararam lei marcial e mobilização geral. O Azerbaijão primeiro disse que não tinha essa necessidade, mas depois mudou de ideia e declarou lei marcial parcial e também a mobilização parcial.

    Vários Estados, incluindo Rússia, Alemanha e França, instaram as partes a exercerem moderação e pediram cessar-fogo. A Turquia, por outro lado, disse que fornecerá ao Azerbaijão todo o apoio que for solicitado.

    Mais:

    'Chegou a hora de acabar com a ocupação' armênia de território do Azerbaijão, diz Erdogan
    Armênia anuncia em que caso usará sistemas de mísseis russos Iskander em Nagorno-Karabakh
    Nagorno-Karabakh debaixo de fogo: Armênia e Azerbaijão relatam perdas mútuas em combates
    Tags:
    Azerbaijão, Armênia, Erevan, Ministério da Defesa da Armênia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar