08:01 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    211
    Nos siga no

    O Ministério das Relações Exteriores da Bulgária anunciou hoje (23) a expulsão de dois diplomatas russos por suspeitas de espionagem, dando um prazo de 72 horas para eles deixarem o país.

    De acordo com uma nota divulgada pela chancelaria búlgara, os dois suspeitos, cujas identidades não foram divulgadas, teriam tentado recolher informações consideradas segredos de Estado. Mas os procedimentos pré-julgamento contra os cidadãos russos foram suspensos porque eles gozam de imunidade diplomática. 

    ​Segundo informações da Procuradoria-Geral da Bulgária reproduzidas pela mídia do país, os dois acusados estariam engajados, desde 2016, em atividades suspeitas a serviço da inteligência militar russa. Eles teriam buscado dados sobre planos de modernização do exército búlgaro e manutenção da adequação técnica do equipamento militar das Forças Armadas da Bulgária.

    No exercício dessas atividades, ainda de acordo com a imprensa búlgara, os dois estiveram em contato com cidadãos búlgaros com acesso a informações confidenciais, aos quais teriam oferecido benefícios financeiros em troca dessas informações.

    A diplomacia russa ainda não comentou o caso.

    Mais:

    Cidadão dos EUA é condenado na Rússia a 16 anos de prisão por espionagem
    Austrália lança 'ofensiva de espionagem' contra Pequim, diz mídia (VÍDEO)
    Diretor do FBI diz que espionagem chinesa é 'a maior ameaça' à segurança nacional dos EUA
    Eslováquia expulsa diplomatas russos sob suspeita de espionagem
    Israel e Emirados Árabes planejam construir bases de espionagem no Iêmen, diz mídia
    Tags:
    expulsão, diplomatas, diplomacia, exército, militar, inteligência, espionagem, Rússia, Bulgária
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar