05:53 25 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    4321
    Nos siga no

    O coordenador de contraterrorismo do Departamento de Estado dos EUA, embaixador Nathan Sales, viajará para a Lituânia na segunda-feira (21) para ter conversas com representantes da oposição da Bielorrússia.

    A informação foi publicada neste domingo (20) em um comunicado oficial à imprensa.

    "Ele [Sales] também se encontrará com membros da sociedade civil bielorrussa para discutir como os Estados Unidos podem apoiar a demanda do povo bielorrusso por eleições livres e justas e o fim da violenta repressão pós-eleitoral das autoridades bielorrussas", disse o Departamento de Estado no domingo (20).

    Durante a sua visita ao país báltico, Sales também terá conversas com o vice-ministro das Relações Exteriores e o vice-ministro do Interior da Lituânia, assim como com representantes da comunidade judaica do país, conforme aponta o comunicado.

    Em Washington, o embaixador para contraterrorismo do Departamento de Estado dos EUA, Nathan Sales, fala durante coletiva de imprensa do departamento, em 24 de junho de 2020.
    © AP Photo / Mandel Ngan
    Em Washington, o embaixador para contraterrorismo do Departamento de Estado dos EUA, Nathan Sales, fala durante coletiva de imprensa do departamento, em 24 de junho de 2020.

    A principal figura da oposição bielorrussa, Svetlana Tikhanovskaya, que terminou em segundo lugar nas recentes eleições presidenciais do país, atrás do reeleito presidente bielorrusso Alexandr Lukashenko, fugiu para a Lituânia dias após a votação.

    Lukashenko conquistou o sexto mandato consecutivo como presidente da Bielorrússia com mais de 80% dos votos em 9 de agosto, embora a oposição da Bielorrússia não tenha reconhecido os resultados da eleição. Desde então, protestos da oposição ocorrem nas principais cidades do país. A oposição acusa Lukashenko de fraude eleitoral e denuncia a repressão policial durante as manifestações.

    Mais:

    Kremlin confirma exercícios militares conjuntos entre Rússia e Bielorrússia
    Chanceler bielorrusso: eleições no país não foram perfeitas, mas povo escolheu vencedor
    EUA desempenharam papel fundamental nos protestos na Bielorrússia, diz inteligência russa
    Tags:
    Aleksandr Lukashenko, Nathan Sales, Departamento de Estado dos EUA, EUA, Estados Unidos, Bielorrússia, Lituânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar