14:54 27 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    162
    Nos siga no

    Os ministros das Relações Exteriores dos países da União Europeia não conseguiram chegar a uma posição comum sobre possíveis sanções contra a Bielorrússia e a Turquia.

    Os representantes das chancelarias do bloco europeu fizeram uma reunião informal em Berlim, informou a agência de notícias alemã DPA.

    De acordo com a DPA, os países bálticos - Estônia, Letônia e Lituânia - acreditam que as sanções direcionadas contra as autoridades bielorrussas acusadas de falsificações eleitorais e violência contra manifestantes não são suficientes para mudar a situação no país do Leste Europeu.

    "Isso é definitivamente insuficiente. Isso não pode ser visto como uma reação séria", disse o ministro das Relações Exteriores da Lituânia, Linas Linkevicius, chamando as atuais sanções contra cerca de 20 autoridades bielorrussas de "simbólicas".

    Ao mesmo tempo, o Chipre deu a entender que pode impor um veto às possíveis sanções contra a Bielorrússia se não houver pressão suficiente sobre a Turquia pela situação no Mediterrâneo.

    A Bielorrússia está enfrentando protestos de grandes proporções desde as eleições presidenciais de 9 de agosto, que confirmaram a vitória de Alexandr Lukashenko para um sexto mandato. Lukashenko governa o país desde 1994. A oposição afirma que o pleito foi manipulado. 

    Ao contrário do Chipre, a Alemanha se opõe a possíveis sanções contra a Turquia e busca uma solução negociada para a disputa no Mediterrâneo.

    "É necessário encontrar uma solução diplomática para este conflito", disse o chanceler alemão Heiko Maas para a DPA. 

    As tensões entre Turquia e Grécia no Mediterrâneo aumentaram no início de agosto após o navio de pesquisa Oruc Reis, da Turquia, começar a procurar por recursos naturais em uma área que Atenas afirma fazer parte de seu território. A Grécia colocou suas Forças Armadas em alerta máximo e prometeu proteger seus direitos soberanos por todos os meios necessários.

    Mais:

    Estados Unidos e União Europeia discutem retomada de voos internacionais, diz Pompeo
    Venezuela: Maduro expulsa embaixadora da União Europeia
    União Europeia aplica sanções contra pessoas físicas e jurídicas da Rússia, China e Coreia do Norte
    União Europeia não reconhece resultados das eleições presidenciais na Bielorrússia
    União Europeia está dividida sobre aceitar entrada da Ucrânia, revela Zelensky
    Tags:
    Turquia, Bielorússia, Alemanha, União Europeia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar