14:55 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    5105
    Nos siga no

    A Sputnik acompanha os eventos na capital da Bielorrússia, Minsk, e em outras cidades após as eleições presidenciais no país realizadas no dia 10 de agosto.

    Os protestos em diferentes cidades da Bielorrússia tiveram início logo após o Comitê Central Eleitoral da Bielorrússia afirmar que o atual presidente Aleksandr Lukashenko, segundo os resultados das eleições realizadas no dia 9 de agosto, detinha 80,23% dos votos, segundo dados preliminares.

    Por sua vez, sua rival, Svetlana Tikhanovskaya obteve 9,9%. Contudo, a sede eleitoral da opositora diz não reconhecer o resultado oficial.

    Ordenar as mensagens
    • 20:37

      Manifestação em Minsk é encerrada

      De acordo com as autoridades de Minsk, cerca de 3.000 pessoas foram detidas, sendo que 1.000 prisões destas aconteceram em Minsk e mais de 2.000 em outras regiões do país.

      Nos confrontos com agentes de segurança, mais de 50 cidadãos ficaram feridos, além de 39 policiais, alguns deles hospitalizados.

      Em Minks, manifestantes caminham durante protesto contra a reeleição do presidente do país Aleksandr Lukashenko, na Bielorrússia, em 9 de agosto de 2020.
      © Sputnik / Ilia Pitalev
    • 19:41

      Mais manifestantes se aglomeram durante protestos em Minsk

      Na área da estação de metrô de Minsk Sportivnaya, onde continuam os confrontos de oficiais de segurança e manifestantes, grupos de jovens continuam chegando, incluindo com munições de proteção, informa o corrrespondente da Sputnik Bielorrússia.

      Alguns deles usam capacetes e cotoveleiras e joelheiras de proteção, enquanto outros estão equipados com kits de primeiros socorros.

      Em Minsk, manifestantes se reúnem após o fechamento das urnas depois das eleições presidenciais na Bielorrússia, em 9 de agosto de 2020.
      © Sputnik / Ilia Pitalev
    • 19:41

      Manifestação na Praça Pushkinskaya em Minsk começa a dispersar

      Número de pessoas começa a diminuir na Praça Pushkinskaya, no centro da capital bielorrussa de Minsk. 

    • 19:41

      Feridos de protestos em Minsk são levados para hospitais

      As informações sobre o número de feridos e o estado das vítimas, no entanto, não foram divulgadas por autoridades médicas de Minsk.

    • 19:00

      Manifestantes em Minsk começam a dispersar

      A manifestação que ocorria perto do supermercado de Riga, em Minsk, foi dispersada pela tropa de choque, informou o correspondente da Sputnik Bielorrússia.

      O número de pessoas que se aglomerou na Praça Pushkinskaya, no centro da capital bielorrussa, ficou significativamente menor. 

    • 18:54

      Manifestante é atingido na cabeça por bala de borracha

      A polícia deteve um manifestante que foi atingido na cabeça por uma bala de borracha. De acordo com o correspondente da Sputnik Bielorrússia, que acompanha os protestos, ele não conseguia ficar de pé sozinho após o ferimento.

      Em Minsk, polícia detém um manifestante durante protestos após as eleições presidenciais na Bielorrússia, em 9 de agosto de 2020.
      © Sputnik / Viktor Tolochko
    • 18:33

      Polícia dispersa manifestantes usando gás lacrimogêneo e granadas de efeito moral

      Em Minsk, na Bielorrússia, manifestantes caminham em uma rua em meio a um protesto da oposição contra a reeleição do presidente Aleksandr Lukashenko, em 9 de agosto de 2020.
      © AP Photo / Sergei Grits
    • 18:25

      Manifestantes jogam coquetéis molotov contra forças policiais em Minsk

      Manifestantes atingem forças policiais com coquetéis molotov durante os protestos na capital bielorrussa de Minsk.

      "Coquetéis molotov estão voando contra a polícia de choque", informa correspondente da Sputnik Bielorrússia.

      Os confrontos entre a polícia e os manifestantes continuam na Praça Pushkinskaya em Minsk. A polícia usa balas de borracha e gás lacrimogêneo, que pode ser sentido em várias ruas ao redor.

      Em Minsk, manifestantes participam de protesto contra a reeleição do presidente da Bielorrússia, Aleksandr Lukashenko, em 9 de agosto de 2020.
      © Sputnik / Ilia Pitalev
    • 18:20

      Explosões são reportadas na capital bielorrussa

      Na área dos shoppings Riga, em Minsk, são ouvidas explosões, de acordo com o correspondente da Sputnik. Segundo ele, foram ouvidas pelo menos 5 explosões acompanhados por flashes.

      As forças de segurança locais estão usando granadas de atordoamento para dispersar a multidão.

      Segundo Sputnik Bielorrússia, na área do shopping são ouvidos tiros, os agentes de segurança estão usando bastões de borracha contra os protestantes.

    • 18:19

      Manifestantes bloqueam caminhões das forças de segurança

      Automóveis dos manifestantes bloquearam o acesso de caminhões das forças de segurança ao centro da cidade de Minsk, onde ocorrem confrontos entre os ativistas e as forças policiais.

      No local dos protestos surgiram muitos carros dos moradores da cidade para bloquear a mobilidade dos caminhões das forças de segurança locais.

    • 17:59

      Reportada 1ª morte nos protestos em Minsk

      O Ministério do Interior da Bielorrússia confirmou a primeira morte na capital do país durante os protestos em massa que se deram em diferentes cidades do país após a divulgação dos resultados preliminares das eleições presidenciais no país.

      Segundo o ministério, um participante dos protestos tentou jogar um explosivo contra forças de segurança que acabou detonando em suas mãos, resultando na morte.

    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar