03:26 29 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    161
    Nos siga no

    A tropa de choque expulsou milhares de manifestantes do centro de Minsk, onde surgiu um protesto logo após o término das eleições presidenciais neste domingo (9), informou um correspondente do Sputnik. Inicialmente, os manifestantes se reuniram na praça da Vitória, junto ao memorial Minsk-Cidade Heroica.

    Antes de serem retirados, os manifestantes estavam usando lixeiras para erguer barricadas na área.

    Oficiais, carregando escudos e cassetetes, alinharam-se para empurrar os manifestantes para trás. Também foram utilizados dois veículos com canhões d'água passando à frente da coluna policial.

    Parte da multidão foi para um parque próximo e a tropa de choque está tentando dispersá-los, segundo o correspondente da Sputnik Bielorrússia.

    Nenhuma detenção foi feita até agora. Os reforços da polícia chegaram ao local e as ambulâncias estão de prontidão. Os manifestantes gritam: "Militsiya [a polícia] está com o povo".

    De acordo com os primeiros dados dos locais de votação, o atual presidente Aleksandr Lukashenko deve conseguir a reeleição sem grandes dificuldades. A oposição, contudo, diz que o pleito foi fraudado.

    Mais:

    Donetsk rejeita oferta para receber forças de paz bielorrussas
    EUA propõem que Bielorrússia compre seu petróleo ao invés do russo
    EUA pressionam por mais acesso ao mercado bielorrusso
    Moscou pede informação sobre suposta detenção de cidadãos russos na Bielorrússia
    Fortes explosões são ouvidas na capital da Bielorrússia, relata corresponde da Sputnik
    Tags:
    Minsk, protesto, presidente, eleição, Bielorrússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar